O re(lançamento) de ‘’Revolver’’ e o re(lançamento) para o Top 5 da BillBoard

Corria o ano de 1966 quando os quatro mais famosos rapazes de Liverpool decidiram editar e lançar um álbum de sonoridade completamente diferente de tudo aquilo que tinham realizado até então. O nome sugere isso mesmo: ‘’Revolver’’. Como um tiro de pistola, os Beatles lançaram-se numa rápida viagem de ascensão em direção aos tops nacionais e internacionais. E… este ano voltou a acontecer.

Foi relançado no dia 28 de Outubro de 2022 a edição especial de ‘’Revolver’’, nomeado como ‘’Revolver (Super Deluxe)’’. A edição especial traz até ao ouvinte um misto de emoções, tanto pelo trabalho na sonoridade do álbum, como pela remasterização e pelos brindes que nos oferece. Esta edição especial brinda-nos com remisturas em stereo e Dolby Atmos, assim como expansões musicais efetuadas pela Apple Corps Ltd., pela Capitol e pela UMe. Não é todos os dias que temos a possibilidade de ouvir os primeiros takes de diversas músicas lendárias, assim como conversas entre as gravações e tentativas diversas de elaborar e abordar as canções que tão bem conhecemos.

O trabalho deve-se essencialmente ao produtor Giles Martin e ao engenheiro de som Sam Okell, que a partir da gravação analógica em mono de 1966 conseguiram reinventar a sonoridade dos Beatles. Devido à premiada equipa de som liderada por Emile de la Rey, na WingNut Films Productions Ltd. de Peter Jackson, o áudio conseguiu (re)transformar-se com uma clareza tremenda, através da tecnologia de ponta utilizada por essa mesma equipa.

Apesar da reedição, ‘’Revolver’’ mantém o trabalho artístico original do álbum, que fora criado por Klaus Voormann, artista alemão amigo de longa data dos Beatles. Além disso, contém ainda uma série de capítulos explicativos, assim como notas bastante detalhadas acerca das canções que constam nele, redigido por Kevin Howlett, notável historiador da banda.

Saído do forno originalmente no dia 5 de Agosto de 1966, o álbum ‘’Revolver’’ conseguiu manter-se durante cerca de sete semanas no topo de vendas de álbuns no Reino Unido. O double single Eleanor Rigby/Yellow Submarine acabou também por liderar a tabela de singles durante quatro semanas, entre Agosto e Setembro do mesmo ano.

Escrito por: Madalena Caldeira Batanete

Editado por: João Fonseca

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s