Newcastle United: O novo colosso mundial?

Após a compra de clubes como Chelsea, adquirido por Roman Abramovich em 2003, e de Manchester City, mais recentemente, em 2008, adquirido por Sheik Mansour, dono da Abu Dhabi United Group, pode estar para breve uma nova aquisição de um clube da Premier League.

_methode_sundaytimes_prod_web_bin_86966a32-3f84-11ea-955e-6a5fc41152f3

De acordo com múltiplas fontes na imprensa britânica, pode estar para breve a compra do clube Newcastle United pelo Fundo de Investimento Público da Arábia Saudita.

O clube que até então, tem vindo a ser gerido pelo seu dono Mike Ashley, CEO da companhia Sports Direct, tem vivido momentos menos bons nas últimas épocas, tendo sido despromovido à 2ª Divisão do futebol Inglês por duas vezes, desde que assumiu o cargo.

Devido a isto, a insatisfação dos adeptos tem vindo a crescer, e como tal, o clube foi colocado à venda em 2017. Após várias propostas que não tiveram a conclusão desejada, parece que agora poderá ter sido encontrado um potencial comprador, sendo que o processo de venda está bastante adiantado.

Os valores da compra do atual 13º classificado do principal escalão inglês ainda não são certos, contudo a oferta poderá rondar os 300 milhões de libras (aproximadamente 337 milhões de euros).

O Fundo de Investimento Público da Arábia Saudita, liderado pelo príncipe herdeiro Mohammed bin Salman, detentor de uma vasta fortuna, pretende, à semelhança do que aconteceu com clubes como Chelsea, Manchester City e PSG, melhorar as fortunas do clube e transformar o Newcastle numa equipa vencedora e capaz de desafiar as potências inglesas na luta pelo título da Premier League, e claro está, atingir voos europeus mais altos, sendo o maior desejo vencer a Liga dos Campeões.

Os fãs dos Magpies estão bastante esperançosos com esta noticia, pois será sinónimo de uma verdadeira injeção de capital que poderá levar o clube a alcançar a glória que já teve no passado.

Todavia, para que tal aconteça é necessária uma revolução completa em muitos pontos cruciais dentro do clube. Para além do sucesso dentro de campo, os futuros detentores da equipa de Tyneside, pretendem também tornar o Newcastle United numa marca de nível mundial, reconhecida em todo o globo, baseando-se numa gestão sustentável e ambiciosa. Logo, são muitos os planos, quer a curto quer a longo prazo. Os 3 principais pontos de destaque nesta remodelação do clube passam por: Melhoria do plantel, Mudança na equipa técnica e o aumento do estádio.

No que respeita ao primeiro destes pontos, são muitos os nomes de jogadores que suscitam o interesse do Newcastle. Com uma capacidade financeira fortíssima, agora, as possibilidades são enormes e os nomes cogitados para virem jogar pelo clube do nordeste de Inglaterra são de topo mundial.

Dos vários jogadores que estão na mira do clube inglês, destacam-se: Philippe Coutinho, jogador do Barcelona, cedido ao Bayern onde atua esta época. Este jogador é considerado uma hipótese forte, visto já ter brilhado no futebol inglês com as cores do Liverpool, e não ter tido uma boa passagem pelo Barcelona na sua primeira época.

Tal como este último, Antoine Griezmann também não está a ter uma época de grande sucesso individual no Barcelona, e como tal, é um dos nomes apontados ao clube inglês. Após passagens de sucesso pelo Atlético de Madrid e Real Sociedad, e tendo sido campeão mundial pela França em 2018, esta poderá ser a próxima paragem do atacante francês.

Outra das estrelas que pode rumar a Tyneside é Gareth Bale. O jogador galês está em fim de ciclo no clube merengue e é sabido que o Real Madrid e o seu treinador Zinedine Zidane, não contam com Bale para o seu elenco na próxima época.

Para o ataque surgem ainda os nomes de Moussa Dembele (O. Lyon) ou Edison Cavani (PSG), cujo contrato termina em poucos meses. Enquanto surgem estes nomes pela imprensa mundial, os adeptos do clube sonham que os novos donos bilionários consigam trazer para o ataque Kylian Mbappé, jovem jogador do PSG que atualmente, segundo o TransferMarkt, é o jogador mais caro do mundo.

Para o meio campo surgem nomes como Arturo Vidal e Carles Aleña, ambos jogadores do Barcelona, em fases distintas da carreira. Para além destes nomes, Franck Kessie, médio defensivo do AC Milan, Radja Ninggolan, jogador do Inter de Milão cedido ao Cagliari, e Nabil Fekir, jogador que atua no Real Bétis, são possibilidades que vão ganhando força como possíveis reforços. O grande meio-campista que se pensa poder vir a jogar com o equipamento dos Magpies  é Donny van de Beek. O jogador do Ajax ganhou notoriedade com a campanha que o clube fez na Liga dos Campeões na época 2018/2019, todavia, com a equipa holandesa a ficar bastante desfalcada no final da época, van de Beek pode ver esta saída como uma possibilidade de crescer num campeonato que para muitos é o melhor do mundo.

Já na defesa, o jogador que mais suscita interesse ao clube é Kalidou Koulibaly. Há muito tempo que é especulada a saída do defesa central do clube italiano, contudo esta possibilidade ganha mais força com o interesse de um clube capaz de pagar um valor bastante alto por ele. Porém, existem mais nomes de defesas que surgem na lista. Phil Jones, defesa polivalente do Manchester United, Rafael Silva, ex-Manchester United que atua agora como defesa lateral no O. Lyon e ainda, Mason Holgate, de apenas 23 anos, jogador do Everton e com o futuro bastante promissor.

Todavia, apesar desta lista vasta de jogadores, é também desejo dos novos donos do clube uma troca de treinador. Assim, os principais candidatos a substituir Steve Bruce, atual técnico do Newcastle, são Massimiliano Allegri, ex-Juventus, atualmente sem clube; e Mauricio Pochettino, técnico bastante respeitado e vasto conhecedor da Liga Inglesa, devido ao seu último trabalho enquanto treinador do Tottenham.

De entre os vários técnicos que surgem na lista de possibilidades para o clube que atua em St. James Park, também surgem dois nomes de técnicos portugueses. André Villas-Boas, atualmente na frente do Olympique de Marselha, onde fez uma excelente temporada na Liga Francesa, sendo mesmo considerado o melhor técnico da Ligue 1 segundo os leitores do prestigiado jornal francês l’Equipe, é um dos nomes mais falados. Já o segundo, é o atual treinador do Flamengo, Jorge Jesus. O português está a negociar a sua renovação com o clube brasileiro, mas a situação instável no país tem deixado o treinador preocupado e, como tal, a saída pode ser vista com bons olhos pelo português.

Para além da mudança no elenco e na equipa técnica, o fundo saudita tem planos para expandir o estádio do Newcastle, o emblemático St. James Park. Apesar da equipa ter um número de adeptos bastante notório em toda a Inglaterra, está longe de ser um dos clubes com o maior reduto do país. Assim, o estádio que atualmente pode albergar 52.000 pessoas será palco de uma reconstrução e, apesar de ainda não estar claro, é provável que haja uma atualização tipicamente moderna como aconteceu com o Tottenham  e o West Ham que construíram novos estádios bastante elogiados.

Posto isto, são inúmeros os projetos que estão na mira deste clube inglês. Os planos estão traçados e, tal como parece, haverá fundos para financiá-los. Resta saber se serão usados da melhor forma, se isso trará resultados económicos e desportivos ao clube e se restituirá a glória de um clube histórico como é o Newcastle United.

Escrito por: Rafael Albuquerque

Editado por: João Rego

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s