Conhecer Portugal – Lagos

Lagos, a cidade das Descobertas, onde a história e a praia se cruzam, é um concelho de 212,99 km² com 31 049 habitantes, subdividido em 4 freguesias: Bensafrim e Barão de São João, São Gonçalo de Lagos, Luz e Odiáxere. Lagos, tal como muitas outras cidades algarvias, é ainda conhecida pela sua elevada percentagem de população estrangeira residente.

Apesar da sua população bastante jovem e uma vida noturna dinâmica, não se deixem enganar! Esta donzela foi, na verdade, fundada cerca de 2000 a.C., todavia só foi reconquistada pelos cristãos no séc. XIII. Devido à sua localização geográfica e importância económica, Lagos teve um grande papel nos Descobrimentos Portugueses (séc. XV). Já em 1573, foi elevada a cidade pelo Rei D. Sebastião, passando a ser a capital do Reino do Algarve, tendo perdido este estatuto após ter sido devastada pelo tsunami de 1755. Atualmente, vive maioritariamente do turismo, sendo que a população, na época balnear, triplica.

O que ver? Tal como já disse, esta cidade tem tanto a oferecer de património cultural como paisagístico. Aproveitem as manhãs para passear pela costa lacobrigense, percorram a Ponta da Piedade. Para arrefecer da caminhada, desçam até à Praia de Dona Ana e mergulhem numa água tão límpida e turquesa que têm de se relembrar que não estão nas Caraíbas. Almocem uma boa sardinhada no Chico Zé ou n’O Escondidinho e escrevam na parede o número de sardinhas que comeram. À tarde passeiem pelo centro histórico, pelas ruas de calçada traiçoeira, por onde a música e o burburinho se misturam. Visitem o Mercado Municipal, a Igreja de Santo António, o Antigo Mercado de Escravos, o Forte da Ponta da Bandeira, a janela manuelina onde D. Sebastião se despediu antes de partir para a fatídica batalha de Alcácer Quibir. À noite, depois do jantar e ainda antes da saída, passem pela escadaria da Praia do Pinhão, àquilo que a autora deste artigo chama de “Planetário”, e terão a oportunidade de ver o céu noturno protegido da luz da cidade (um dos melhores segredos guardados de Lagos). Finalmente, para acabar em grande, divirtam-se nos vários bares que há espalhados pelo centro: o Açores, o Mellow Loco, Inside… A sério, é só fechar os olhos e apontar para um!

Abaixo deixo as minhas recomendações:

Praias a visitar:

  • Praia do Pinhão;
  • Praia dos Estudantes;
  • Praia de Dona Ana;
  • Praia da Luz;
  • Porto de Mós.

O que ver:

  • Igreja de Santo António;
  • Mercado de Escravos;
  • Forte da Ponta da Bandeira;
  • Mercado Municipal;
  • Janela Manuelina;
  • Ponta da Piedade.

O que fazer:

  • Museu de Ciência Viva;
  • Xscape-It – Escape Room;
  • Pro Putting Garden – mini golfe;
  • Passeios de barco/ Kayak Tour às grutas;
  • Parque Aventura – Arborismo e Paintball;
  • Cinema de Lagos.

Onde comer:

  • Camilo;
  • O Escondidinho;
  • Chico Zé;
  • Hamburgueria Qwazi;
  • Pastelaria Gombá – comam o bolo de café;
  • Croissanteria 29;
  • Taquelim Gonçalves – doces regionais;
  • Harley’s Café – peçam o açaí;
  • Pizaria Pizzolino;
  • Mar d’Estórias.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fotografias de: Jorge Melo e Júlia Varela

Escrito por: Júlia Varela

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s