Torres Vedras: mais do que Carnaval

Embora “o mais português de Portugal” já seja considerado Património Cultural Imaterial Nacional, não é só de Carnaval que é feita a cidade de Torres Vedras.

Ao vir estudar para Lisboa, descobri a existência de um novo conceito: patriotismo, mas da minha cidade. Do género, “o que é nacional é bom”, mas adaptado à minha cidade, ou seja, “o Carnaval aqui é que é bom”. Por acaso, não me perguntaram se Torres Vedras era no Norte…

A cerca de 40 minutos de Lisboa, Torres Vedras tem muito para oferecer. Apresenta uma forte produção vitivinícola, tendo sido considerada, juntamente com Alenquer, Cidade Europeia do Vinho em 2018, mas também possui 20 km de costa para trabalhar para o bronze (ou para a pele de galinha, com o famoso ventinho do Oeste). Ainda na gastronomia, temos o Pastel de Feijão (que não sabe a feijão).

Fonte: Câmara Municipal de Torres Vedras

Esta cidade, embora desconhecida por muitos, foi o berço de pessoas desconhecidas por poucos: o ciclista Joaquim Agostinho, a atriz Ana Guiomar… até o Cardeal Patriarca Manuel Clemente é torreense!

Fonte: Torres Vedras Antiga

Em novembro, as Festas de Torres Vedras enfatizaram os produtos e tradições da cidade. Todos os anos temos o feriado de São Martinho (11 de novembro), o concurso do melhor vinho e do melhor pastel de feijão, o Festival da Vindimas (concurso de moda para as jovens da cidade), entre outros.

Fonte: Festival das Vindimas

Durante este mês, temos a iluminação de natal, acesa das 18h às 00h, com luzes LED para incentivar o baixo consumo. A “Aldeia Nenuco”, já fora do centro da cidade, é outra atividade a decorrer este mês. Localizada na aldeia da Fonte Grada, esta exposição procura representar as tradições portuguesas.

Fonte: Aldeia Nenuco

E porque não só do verão vive a costa, porque não começar 2023 em Santa Cruz? Haverá o típico espetáculo de fogo de artifício, acompanhado de música para entrar no novo ano com o pé direito.

Além de tudo o que já foi referido, aqui ficam alguns sítios que podem ser visitados o ano inteiro: o Castelo, o Castro do Zambujal, o Forte de São Vicente, o Parque Verde da Várzea, o Parque do Choupal.

Contamos também com a Fábrica das Histórias (Casa Jaime Umbelino) , o Centro de Artes e da Criatividade , os Paços do Concelho, o Museu Municipal Leonel Trindade, as Azenhas de Santa Cruz, entre outros.

Fonte: Burry Buermans

Quando chegarmos ao verão, haveremos de ter mais novidades… Por agora, o importante é garantir o kit de carnaval!

Fonte: Carnaval de Torres Vedras

Para concluir, lembro-me de ter um colega que fazia de Torres um motivo de piada: “Palácio de Torres Vedras, hahaha”. Bem, eles é que têm o Palácio, mas depois vêm cá ao Carnaval… vemo-nos em fevereiro, colega!

Fonte: Torres Vedras Antiga

Este artigo de opinião é da pura responsabilidade do autor, não representando as posições do desacordo ou dos seus afiliados.

Escrito por: Marta Ricardo

Editado por: João Miguel Fonseca

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s