Pente Fino: André Saraiva é Patrulha da Praxe de APPT

André Saraiva é licenciado em Administração Pública e Políticas do Território e é Patrulha da Praxe de APPT. Fica a conhecê-lo!

Quem és? Como te descreves? 

Olá, eu sou o André Saraiva, tenho 21 anos e descrevo-me como uma pessoa bondosa (às vezes até de mais), resiliente e focado nos objetivos a atingir.

Porquê este curso? Foi a tua primeira opção?

Escolhi APPT, porque sempre quis entrar em algo relacionado com o território, tinha 3 opções: Planeamento do Território, Geografia ou APPT. No fim, e depois de me informar a fundo, optei por APPT, uma escolha que não me arrependo!

Porquê entrar na praxe? Foi algo que sempre quiseste para o teu percurso académico?

Eu sempre fui ligado às tradições da cidade de Lisboa, primeiro enquanto marchante, depois na praxe que também já faz parte e está enquadrada na cultura dos estudantes de Lisboa. Sempre tive curiosidade, experimentei e fiquei a gostar ainda mais.

Como descreves o sentimento de pertença à Praxe?

É algo que não dá para descrever, só sentir. É muito bom poder passar a outras pessoas os valores que a praxe me passou a mim.

Como foi assumir este cargo?

Foi muito bom, um sentimento de reconhecimento, pelo que fiz noutros anos e também o reconhecer da minha competência e amor por esta tradição tão bonita. 

Que características consideras essenciais para se poder assumir um cargo de chefia, neste caso como patrulha na praxe de APPT?

Primeiro é preciso gostar da praxe. Depois tem de se ter um bocadinho espírito de liderança, foco e também alguma disponibilidade, porque é algo que te ocupa um bocado do teu tempo.

Como é que ocupas o teu tempo?

Neste momento, ocupo principalmente a dar treinos de futsal a guarda-redes iniciados, gosto de passar aquilo que sei e que me ensinaram quando era mais novo. Quando não estou a dar treinos estou com os meus amigos ou namorada.

Onde te vês daqui a cinco anos?

Daqui a cinco anos vejo-me a trabalhar na área de formação e já com alguma estabilidade.

Qual foi o momento que viveste, no teu percurso académico, que recordarás para sempre?

A cerimónia de finalistas. Foi um encerrar de ciclo com pessoas que que quero levar para a vida. 

Dentro do contexto de Praxe, que momento guardas com mais carinho?

O traçar, com as pessoas que iniciaram esta aventura comigo, foi algo que vou levar para a vida. 

Qual a mensagem que gostarias de deixar a futuros caloiros?

Venham experimentar a praxe! A praxe é divertida, inclusiva e não é nada do que se fala nos media.

Escrito por: Maria Santos

Editado por: Rita Tavares

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s