A noite dos Óscares: os vencedores e o momento insólito

A maior noite do cinema aconteceu durante esta madrugada no Dolby Theatre, em Los Angeles, e contou com a apresentação de Amy Schumer, Wanda Sykes e Regina Hall. As três atrizes criticaram algumas falhas da indústria através do humor, entre as quais, a diferença salarial entre homens e mulheres e a descriminação LGBTQ+.

A gala abriu com a atuação de Beyoncé que encantou todos ao cantar “Be Alive”, banda sonora do filme “King Richard: Criando Campeãs” que estava nomeada para o Óscar. A cantora surpreendeu ao usar um look amarelo com transparências durante a perfomance da autoria de David Koma. Já para a gala, o amarelo foi novamente a cor escolhida e desta vez deslumbrou com um vestido longo com assinatura Valentino.

O filme “CODA” foi o grande vencedor da noite, conquistando a estatueta de Melhor Filme juntamente com Melhor Argumento Adaptado e Melhor Ator Secundário. Contudo, o filme que arrecadou mais prémios, embora nas categorias mais técnicas, foi “Dune” do realizador Denis Villeneuve que levou a melhor em seis das dez categorias a que estava indicado.

Jessica Chastain venceu o Óscar para Melhor Atriz com o filme “Os Olhos de Tammy Faye”, a Melhor Atriz Secundária foi Ariana DeBose, com “West Side Story”. Já no lado masculino, Troy Kotsur, venceu a categoria de Melhor Ator Secundário pelo filme “CODA”, tornando-se no primeiro homem surdo a receber um Óscar, e Will Smith foi o Melhor Ator pelo seu papel em “King Richard”.

Jane Campion foi premiada pela Melhor Realização. A diretora de cinema de 67 anos ganhou devido ao seu trabalho com o filme “O Poder do Cão”, que estava nomeado em 12 categorias e recebeu apenas um Óscar.

A noite ficou marcada pelo momento insólito protagonizado por Will Smith e Chris Rock que, inicialmente , parecia a brincar, mas revelou ser uma agressão real. Chris Rock preparava-se para apresentar o prémio de Melhor Documentário quando decidiu fazer uma piada sobre a cabeça rapada de Jada Pinkett-Smith, esposa de Will Smith, que recentemente teve de rapar o cabelo porque se encontra a lutar contra alopecia (doença auto-imune que causa a perda total ou parcial do cabelo).

Will Smith não terá achado graça ao comentário proferido pelo humorista e dirigiu-se ao palco e bateu no rosto de Chris Rock que, apanhado completamente de surpresa, se mostra perplexo e diz: ““Will Smith acabou de me bater na cara”.

Smith volta ao seu lugar, gritando: “Mantém o nome da minha mulher longe da tua boca”, deixando claro para todos os espetadores de que não se tratava de uma brincadeira. Minutos mais tarde, quando recebeu o Óscar de Melhor Ator, Will Smith pediu desculpa à Academia e aos colegas, dizendo que é um defensor da sua família e afirmando que espera voltar a ser convidado para o evento.

Veja o momento insólito no vídeo:

Escrito por: Diana Rebelo Trigueiro

Editado por: João Miguel Fonseca

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s