Carlos Moedas quer uma “fábrica de unicórnios” em Lisboa – e o que é que isso quer dizer?

O novo presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Carlos Moedas, em discurso no Web Summit 2021, falou em criar uma “fábrica de unicórnios” em Lisboa. Muitas das reações nas redes sociais foram de perplexidade. Afinal, de que está Moedas a falar?

Carlos Moedas a discursar no Web Summit 2021.
Fonte: Jornal de Negócios

Ao contrário do que se possa pensar, não, o presidente da câmara lisboeta não pensa implementar uma fábrica de cavalos-brancos com um chifre no centro da testa na capital portuguesa. “Unicórnio” é um termo que, para além de se referir a estes animais mitológicos, é utilizado no mundo dos negócios para descrever uma startup — empresa em fase inicial — cujo valor é avaliado em mil ou mais milhões de dólares.

Foi utilizado pela primeira vez por Aileen Lee, fundadora da empresa Cowboy Ventures, no ano de 2013. Num evento em Seattle, cujo tema era o empreendedorismo, Lee afirmou que as startups que conseguiam alcançar o sucesso eram extremamente raras, tal como um unicórnio. O nome ficou estabelecido, destronando as expressões home run — jogada máxima no basebol — e mega-hit — “grande golpe”, que também foram equacionadas.

Deste modo, aquilo que Moedas pretende criar em Lisboa é uma entidade que ajude novos empreendedores a levar a cabo as suas ideias inovadoras, de modo a construir negócios de sucesso. “O meu sonho é que Lisboa seja a capital de inovação do mundo (…). Temos de ser capazes de ir além da Web Summit, temos de fazer com que vós e as empresas fiquem em Lisboa porque veem a oportunidade” — confessou o autarca.

Alguns dos “unicórnios” mais conhecidos do mundo são a Space X – empresa aeroespacial, fundada pelo magnata sul-africano Elon Musk; a Revolut – alternativa bancária digital; o Telegram – plataforma de envio de mensagens online; a Epic Games — desenvolvedora de videojogos; o Reddit — fórum de discussão online; o Discord — plataforma de envio de mensagens e videochamadas; o Patreon — website que ajuda ao financiamento de criadores de conteúdo; e a Bolt – empresa de mobilidade fundada na Estónia.

Alguns dos unicórnios mais conhecidos do mundo

Existem, também, quatro unicórnios com mão portuguesa: a Talkdesk — empresa que fornece serviços de call center alojados em nuvem, software e inteligência artificial; a Outsystems — uma plataforma lowcode que ajuda ao desenvolvimento de empresas; a Feedzai — empresa de software; e a Remote — plataforma de educação e conexão no mundo do Trabalho Remoto. Apenas a Remote é exclusivamente portuguesa, sendo que as restantes três constituem parcerias luso-americanas. Porém, segundo o projeto de Moedas, o futuro poderá ser bastante animador para muitas startups nacionais.

Unicórnios portugueses

Escrito por: Beatriz Gouveia Santos

Editado por: Filipe Ribeiro

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s