“Meta”, o novo nome da empresa Facebook

Mark Zuckerberg, o programador e empresário norte-americano, que ficou conhecido internacionalmente por ser o fundador do Facebook decidiu mudar o nome da empresa para Meta.

Fonte: https://tecnoblog.net/527045/facebook-muda-de-nome-para-meta-por-causa-do-metaverso/

Zuckerberg anunciou na quinta-feira passada o novo nome da empresa, no evento Facebook Connect. Este confirma que a mudança tem como fim, diferenciar a empresa, que é dona de várias redes sociais, como o Facebook, Instagram e WhatsApp. E inclusive, Oculos, uma empresa de realidade virtual, que também pertence à Meta.

Na apresentação da Meta, Mark Zuckerber declarou: “somos vistos como uma empresa de redes sociais, mas no nosso ADN somos uma empresa que cria tecnologia e conecta pessoas”. O programador anunciou também o próximo projeto milionário da empresa. “O Metaverso” é a próxima fronteira”, continuou Zuckerberg. É pretendida a criação de uma realidade virtual, através do uso das tecnologias, onde as pessoas possam falar “frente a frente”.

Mark Zuckerberg conclui que o Metaverso é uma ramificação da empresa, que inclui as redes sociais e uma conexão com a realidade virtual.  “Não se trata de estar mais tempo à frente do ecrã, mas mais imersivo”, confirmou. A interação será mais do que olhar para um ecrã, será mais vivida, com mais experiências, Metaverse é a fase seguinte da internet mobile.

Fonte: https://www.cointribune.com/en/columns/adopt-a-crypto-project/metaverse-the-world-between-technology-and-reality/

A ideia já tem bases, como a conexão com outras pessoas, mas para exemplificar, o líder da empresa criou um avatar que entrou num mundo virtual com outros utilizadores. “Vai mesmo sentir os sentimentos e olhares das pessoas, como se estivéssemos presentes pessoalmente”, mas primeiro será preciso criar um avatar e tudo terá inicio na sua casa virtual onde pode conviver com outros utilizadores, ou podem até mesmo criar um local de trabalho.

Existem diferentes espaços onde os avatares se podem teletransportar e partilhar entre as diferentes aplicações. Zuckerber afirma que mais tarde será também possível trazer objetos do mundo virtual para o real e promete, que futuramente irá criar hologramas desses objetos virtuais. Basicamente, tem a intenção de fazer um verdadeiro “Oasis”, o mundo virtual que dá vida ao filme “Ready Player One” de Steven Spielberg. Um mundo virtual onde será possível tocar piano, praticar atividades fitness, praticar desporto, como por exemplo, jogar partidas de basquetebol, esgrima, uma verdadeira fusão da realidade com o virtual.

Fonte: https://www.dw.com/en/facebook-rebrands-as-meta-in-new-focus-on-metaverse/a-59650386

Assim, o nome Meta, que em grego significa “para além de” (sendo que o prefixo da palavra exprime mudança e transcendência) é um nome que representa a fase seguinte da empresa. Engloba todo o seu conteúdo e não apenas as redes sociais. “Tenho pensado muito na próxima fase da nossa identidade. E os nomes que temos atualmente não incorporam tudo o que estamos a fazer. Tudo está ligado a um produto [Facebook] que nos impede de espelhar tudo o que estamos a fazer”, afirmou Zuckerberg.

Fonte: https://www.tecmundo.com.br/mercado/227763-facebook-muda-nome-chama-meta.htm

Escrito por: Bianca Carvalho

Editado por: Joana Lopes

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s