Cinema Português: 5 sugestões de filmes nacionais

Numa altura em que a valorização dos conteúdos audiovisuais criados em Portugal e por portugueses está a ser uma realidade crescente, o cinema português não fica de fora, tendo sido cada vez mais reconhecido tanto nacional como internacionalmente. Ao longo deste artigo vão ser apresentados alguns filmes de modo a explorar a sétima arte portuguesa.

São Jorge 

Protagonizado pelo ator Nuno Lopes e pela atriz Mariana Nunes, São Jorge ilustra a vida de um cobrador de dívidas motivado pela procura de uma vida melhor para a sua família. Nomes como Beatriz Batarda, José Raposo ou Gonçalo Waddington, também integram o elenco desta produção cinematográfica. Este filme foi lançado no dia 1 de setembro de 2016, no Festival Internacional de Veneza, onde Nuno Lopes ganhou o prémio de Melhor Ator Principal. São Jorge foi o escolhido para representar Portugal em 2018 na nonagésima edição dos Óscares, na categoria de melhor filme estrangeiro.

Fonte: Youtube

Linhas Tortas

Linhas Tortas foi lançado no dia 27 de junho de 2019 e conta a história de uma atriz, Luísa, e de um escritor e jornalista, que se cruzam no Twitter. Nesta rede social começam, de forma anônima, a trocar mensagens e desenvolvem uma obsessão um pelo outro, que os leva a combinarem um encontro, até que no caminho para esse encontro, ele tem um acidente e, sem a avisar, ela fica à espera dele. Linhas Tortas é protagonizado por Joana Ribeiro, Américo Silva e por Miguel Nunes. O roteiro deste filme foi escrito por Rita Nunes e por Carmo Afonso. Este filme encontra-se disponível na plataforma de streaming HBO Portugal.

Fonte: Youtube

A Herdade

Com Albano Jerónimo, Beatriz Brás, Sandra Faleiro e Filipe Vargas nos papéis principais, A Herdade aborda a história de João Fernandes (interpretado por Albano Jerónimo), um patriarca de uma família tradicional portuguesa que possui uma herdade situada na margem sul do rio Tejo. Esta herdade é uma das maiores propriedades agrícolas da Europa. A vida de João Fernandes e o local onde vivia, consiste num reflexo da sociedade portuguesa nessa altura. Este filme começa no início da década de 1940 e acompanha a vida dos protagonistas até à atualidade onde, é contextualizada a vida social, política e económica de Portugal. A Herdade teve a sua estreia mundial na competição oficial do 76.º Festival de Veneza, onde o realizador Tiago Guedes foi distinguido com o Prémio da crítica independente Bisato d’Oro para Melhor Realização. No Festival de cinema de Toronto, este filme foi o primeiro filme português a ser  selecionado para a secção Special Presentations. A obra foi vendida em formato de minissérie para vários países, nomeadamente para França.

Fonte: NitSetubal

Parque Mayer

Este filme tem como pano de fundo a vida do teatro Parque Mayer. A ação aconteceu em 1933, ano da aprovação da Constituição do Estado Novo, limitando assim a liberdade de expressão apreciada por todos os que passavam pelo parque nessa altura. Neste sítio, onde a revista e as sátiras permitiam atingir liberdades que de outra forma não seriam possíveis. Estas histórias passam a ser construídas entre a censura e a luta para contornar a mesma. Este filme estreou em Portugal no dia 6 de dezembro de 2018 e foi realizado e produzido por Tino Navarro e por António-Pedro Vasconcelos, respetivamente. O elenco inclui nomes como Daniela Melchior, Diogo Morgado, Miguel Guilherme, Francisco Froes e Alexandre Lencastre, entre outros.

Fonte: Youtube

Sangue do Meu Sangue

Realizado em 2011, Sangue do Meu Sangue foi escrito e produzido por João Canijo e, protagonizado por Rita Blanco e Anabela Moreira, em papéis de mulheres persistentes, que fazem de tudo para proteger a sua família. Sangue do Meu Sangue conta a história de Márcia, que é mãe solteira de dois filhos, trabalha como cozinheira e partilha a sua casa no Bairro Padre Cruz, nos subúrbios de Lisboa, com a sua irmã, Ivete. As duas irmãs, criaram os filhos de Márcia. Ivete tenta resolver o conflito do sobrinho intervindo diretamente com um traficante de droga, o que leva a que Márcia e Ivete se preparem para o pior, testando o seu amor incondicional. Sangue do Meu Sangue foi premiado em diversos festivais de cinema, como por exemplo no Festival Caminhos do Cinema Português onde, entre outros, ganhou o Grande Prémio do Festival e o Prémio Melhor Argumento Original. Este filme português foi selecionado para concorrer ao Óscar de Melhor filme estrangeiro.

Fonte: Cinecartaz – Público

Este artigo de opinião é da pura responsabilidade do autor, não representando as posições do desacordo ou dos seus afiliados.

Escrito por: Miguel Brejo da Costa

Editado por: Rafaela Boita

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s