Dez álbuns que fazem dez anos em 2021

2011 foi um ano repleto de álbuns que marcaram a indústria musical e que estão ainda hoje extremamente presentes no nosso quotidiano e nas nossas playlists. Ao longo deste artigo, vão ser mencionados dez álbuns marcantes lançados durante o ano de 2011.

Adele – 21

Considerado por inúmeros críticos como um dos álbuns mais importantes da história da música, a cantora britânica Adele lançou o seu segundo álbum de estúdio, o 21, no dia 19 de janeiro de 2011. Este álbum foi gravado entre maio de 2009 e outubro de 2010 e contou com cinco singles como Rolling in the Deep, Someone Like You, Set Fire to the Rain, Turning Tables e Rumour Has It. Em 2012, este álbum ganhou dois Grammys: o prêmio de Álbum do Ano e de Melhor Pop Vocal Álbum, tendo sido nomeado para sete categorias dos Grammys. Este álbum estreou em número 1 nos Estados Unidos da América com 352 mil cópias vendidas na primeira semana. A pior classificação deste álbum no seu ano de estreia foi a 7ª posição, na principal tabela de classificação de álbuns, na Billboard 200. De acordo com a Billboard, Someone Like You foi a primeira música apenas de piano e voz a atingir o topo da tabela Hot 100 desde 1958.

Fonte: Last.fm

Jay-Z e Kanye West – Watch the Throne

Lançado no dia 8 de agosto de 2011, Watch the Throne é constituído por um conjunto de 12 canções, entre elas a Niggas in Paris ou a No Church in the Wild. Este álbum consiste num álbum colaborativo entre os rappers norte-americanos Jay-Z e Kanye West que conta ainda com colaborações de Beyoncé, Frank Ocean, Mr. Hudson ou Otis Redding. Inicialmente, o Watch the Throne era para ser apenas um EP (Extended Play) com cinco canções. O álbum começou a ser produzido em Inglaterra em 2010, tendo sido outras partes gravadas no Hotel Mercer e no Hotel Grand Tribeca, ambos em Nova Iorque.

Lady Gaga – Born This Way

O segundo álbum da cantora, compositora, produtora musical e atriz norte-americana Lady Gaga foi lançado no dia 23 de maio de 2011. Este álbum foi bastante diferente dos trabalhos anteriores da cantora, incluindo elementos musicais de ópera, disco ou heavy metal num pano de fundo de eletro pop e dance. Desde o álbum surgiram cinco singles: Born This Way, Judas, The Edge of Glory, You and I e Marry the Night. Segundo a revista Rolling Stone, o que torna Born This Way tão grande é o facto de Gaga soar quente e humana, não há um único momento no álbum onde a música não está cheia de detalhes emocionais. Este álbum constitui um marco importante para a comunidade LGBT devido às temáticas abordadas ao longo das canções, principalmente devido à mensagem do primeiro single, de Born This Way. Um momento marcante desta era musical de Lady Gaga foi a apresentação ao vivo da música You and I nos MTV Video Music Awards em 2011:

Lady Gaga nos MTV Video Music Awards em 2011

Drake – Take Care

O rapper canadense Drake lançou no dia 15 de novembro de 2011 o seu segundo álbum de estúdio, Take Care. Este álbum conta com 17 canções e sete colaborações: Take Care com Rihanna, Crew Love com The Weeknd, We´ll be Fine com Birdman, Make Me Proud com Nicki Minaj, Lord Knows com Rick Ross e The Real Her com Lil Wayne e André 3000. Take Care teve a terceira maior estreia em 2011 com cerca de 361 mil unidades vendidas nos Estados Unidos da América. Este álbum foi extremamente bem classificado pela crítica, sendo os adjetivos como coerente e íntimo os mais utilizados pelos críticos. 

Beyoncé – 4

Love on Top, Countdown, Run the World (Girls) ou Best I Ever Had são algumas das canções presentes no quarto álbum de estúdio da cantora norte-americana Beyoncé. Neste álbum, Beyoncé mudou os temas abordados nas letras das suas músicas deixando de parte o seu lado mais intimista e pessoal, dando maior ênfase à monogamia, à auto reflexão e ao empoderamento feminino de modo a passar uma mensagem mais madura para sustentar e solidificar a sua carreira e a sua presença na indústria da música. Este álbum, intitulado 4,  foi lançado no dia 24 de junho de 2011, conta com 12 canções e com uma colaboração: Party, com André 3000. O álbum marcou a separação profissional de Beyoncé com o seu pai, Mathew Knowles, que até então assumia as funções relativas à gestão da carreira da filha.

Beyoncé nos MTV Vídeo Music Awards em 2011

Foo Fighters – Wasting Light

Wasting Light é o sétimo álbum de originais da banda norte-americana Foo Fighters lançado no dia 12 de abril de 2011 e vendeu mais de 235 mil unidades nos Estados Unidos da América na sua primeira semana, alcançando a primeira posição na Billboard 200, na principal tabela de álbuns norte-americana. Este álbum concorreu a seis categorias na 54º Edição dos Grammys Music Awards, concorrendo como Álbum do Ano ou Melhor Álbum Rock, entre outras categorias. O primeiro single deste álbum foi a música Rope e foi lançado no dia 1 de março de 2011.

Cage the Elephant – Thank You, Happy Birthday

Lançado no dia 11 de janeiro de 2011, Thank You, Happy Birthday é o segundo álbum de estúdio da banda de indie rock Cage the Elephant. Tal como o primeiro álbum da banda, este segundo álbum foi produzido pelo Jay Joyce. A música com maior sucesso deste álbum foi o primeiro single, intitulado de Shake me Down.

The Black Keys – El Camino 

Qualquer coisa entre o indie rock, o rock alternativo e os punk blues, El Camino é o sétimo álbum de originais da banda norte-americana The Black Keys. Este álbum foi lançado no dia 6 de dezembro de 2011 e foi considerado um dos melhores álbuns lançados em 2011. Pertence a este álbum uma das músicas mais conhecidas e reconhecidas pelo público dos The Black Keys, a música Lonely Boy foi a música de apresentação deste álbum.

Fonte: Fnac

Bon Iver – Bon Iver, Bon Iver

Este álbum foi premiado com o premio de Melhor Álbum de Música Alternativa na 54ª edição dos Grammy Music Awards. Bon Iver, Bon Iver é o segundo álbum de estúdio da banda de indie folk norte-americana, Bon Iver. Este álbum é composto por dez músicas, entre elas a Holecene, um dos maiores sucessos da banda até à data. Bon Iver, Bon Iver foi extremamente bem recebido pela critica, tendo tido avaliações muito positivas pelas principais publicações musicais.

Florence and the Machine – Ceremonials

Ceremonials foi o segundo álbum de estúdio da banda inglesa, Florence and the Machine. Este álbum sucedeu Lungs, o primeiro álbum de originais da banda. Ceremonials foi lançado no dia 31 de outubro de 2011 e é composto por 12 canções, entre elas sucessos como Shake It Out, No Light, No Light e Spectrum (Say My Name). Com este álbum, os Florence and the Machine foram convidados para participar no MTV Unplugged onde apresentaram ao vivo, na sinagoga de Nova Iorque, um conjunto de 11 músicas, músicas essas de ambos os álbuns de originais de banda bem como ainda apresentaram 2 covers.  Após o seu lançamento, o MTV Unplugged recebeu bastantes críticas positivas.

Fonte: Amazon

Escrito por: Miguel Brejo da Costa

Editado por: Júlia Varela

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s