Sara Carreira morre aos 21 anos: Uma perda para todos enquanto sociedade

Efêmero, passageiro, vil, avassalador e momentâneo. Aos 21 anos, Sara Carreira morre num fatídico acidente de carro na auto-estrada. Para trás fica a vida de uma jovem que deixa uma sociedade a refletir.

Morreu este sábado, dia 5, Sara Carreira, filha mais nova do famoso cantor Tony Carreia. As primeiras notícias avançadas pelo Correio da Manhã davam conta de uma vítima mortal na casa dos 21 anos, que mais tarde se veio saber que tratava-se da cantora Sara Carreira. A ídola para milhares de jovens sofreu um violento acidente de viação na A1, que liga Lisboa ao Porto, na zona de Santarém.

Fonte: Espalha Factos

Segundo dados fornecidos pela Proteção Civil, a colisão em cadeia terá acontecido no quilómetro 61, e envolveu mais quatro viaturas. O embate em Santarém, mais precisamente na localidade de Póvoa da Isenta, terá acontecido por volta das 18:45 e o óbito terá sido declarado no local. O acidente causou mais três feridos, um deles é o namorado da vítima, o cantor Ivo Lucas, que conduzia a viatura e pelo que se sabe está internado em estado grave com uma fatura no braço.

Num comunicado enviado à agência Lusa, a família Carreira agradece a mensagens de “carinho”, mas pede “humildemente a todos, sobretudo à comunicação social”, que lhes permitam uma despedida com privacidade.

“Neste momento em que nos invade uma dor imensa e uma tristeza profunda, pedimos humildemente a todos, sobretudo à comunicação social, que nos permitam despedir da nossa Sara com a paz e com a privacidade que a nossa família neste momento precisa”, afirma a nota, sublinhando que “deve haver poucos momentos de dor que se assemelhem à perda de uma filha, uma irmã, uma menina, uma princesa”.

Sara Carreira seguiu os passos do pai, envergando pela carreira musical onde se afirmou em géneros como o Pop portugês. Em 2012, cantou pela primeira vez ao lado do seu pai com a canção “Hoje Menina Amanhã Uma Mulher”. Com uma letra forte, a canção mais do que nunca faz hoje sentido. Veja aqui um excerto da música interpretada por Sara:

Tu serás sempre o meu anjo da guarda

Que olha por mim

Olha por mim

Mesmo depois de eu partir

Algumas figuras públicas já se pronunciaram através das redes sociais, mostrando-se em choque com a fatídica notícia.

No mundo da música, também ele um jovem, Diogo Piçarra não se mostrou indiferente em relação ao acidente.

Também o cantor Agir, mostrou-se devastado com a notícia.

Fernando Daniel, com quem partilhou a voz no filme de animação “Os sete anões e os sapatos mágicos”, também veio a público lamentar o sucedido.

Sara Marina Araújo Antunes, artisticamente conhecia por Sara Carreira, nasceu a 21 de outubro de 1999, em França e é irmã dos populares cantores David e Mikael Carreira. Ainda em criança, trocou França por Portugal onde estudou no Liceu Francês em Lisboa. Com uma carreira consolidada, congelou a matrícula na faculdade e lançou-se na música onde alcançou o sucesso em faixas como “Vou ficar” ou “Para Não chorar”.

Fã ou não, Sara ou não, será sempre uma jovem de 21 anos, e por isso mesmo, é uma perda para todos enquanto sociedade. Numa altura em que os afetos e as emoções não ganham aperto e aconchego no nossos braços, Sara Carreira deixa uma sociedade inteira a refletir sobre a efemeridade da vida e sobre a incerteza do amanhã.

O Jornal Desacordo apresenta as condolências a toda a família, amigos, próximos e fãs de Sara Carreira.

Escrito por: Tiago Malheiro

Editado por: Inês Conde

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s