Fórmula 1 regressa a Portugal 24 anos depois

O evento de Fórmula 1 será disputado em outubro deste ano, sendo que a sua última edição ocorreu em 1996 no circuito do Estoril.

O Campeonato Mundial de Fórmula 1 está de regresso a Portugal após 24 anos. Vai, pela primeira vez, ter lugar no Autódromo Internacional do Algarve (AIA), em Portimão, e está agendado para o período de 23 a 25 de outubro.

A Câmara de Portimão já aprovou um apoio de 200 mil euros dos 500 mil necessários para a prova, sendo que os restantes 300 mil serão assegurados pelos outros 15 concelhos algarvios, tal como confirmado pela Comunidade Intermunicipal do Algarve (AMAL).

Autódromo internacional do Algarve

Está, também, prevista a repavimentação da pista, que terá um custo de cerca de 1.5 milhões de euros que será, à partida, financiado pelo Estado Central.

No que diz respeito a ganhos, o presidente da RTA, João Fernandes, estima que o Grande Prémio poderá ter um impacto positivo de 80 milhões de euros. Já o economista Paulo Reis Mourão estima um lucro, direto e indireto, que poderá chegar aos 130 milhões.

A corrida realizada em Portugal será a décima segunda do Mundial, depois das corridas em Silverstone, Barcelona, Spa-Francorchamps, Monza, Toscana e Sochi. A décima terceira prova, por sua vez, terá lugar em Imola, Itália.

Recordando um pouco da história da Fórmula 1 em Portugal, o nosso país recebeu a sua primeira competição oficial em 1958 no Circuito Urbano da Boavista, no Porto, que teve como vencedor o inglês Stirling Moss, falecido este ano.

Nos dois anos seguintes as corridas tiveram lugar no circuito de Monsanto, com o mesmo vencedor (1959) e novamente no circuito da Boavista que teve como campeão o australiano Jack Brabham (1960).

Depois de 1960, as corridas válidas para o Mundial de F1 só voltaram à ocidental praia lusitana em 1984, chegando a albergar automobilistas como Alain Prost – vencedor em 1984 e 1987 pela McLaren TAG-Porsche e 1988 pela McLaren-Honda – Aryton Senna – vencedor em 1985 pela Lotus-Renault – e Michael Schumacher – vencedor em 1993 pela Benetton-Ford.

Os circuitos portugueses já receberam automobilistas como Alain Prost, Aryton Senna e Michael Schumacher

A última vez que a competição decorreu em Portugal foi em setembro de 1996, na qual o canadense Jacques Villeneuve da Williams-Renault levou o troféu, regressando agora no ano de 2020.

O evento receberá público, mas de número limitado devido à pandemia. Dos 120 mil lugares disponíveis no autódromo, apenas 60 mil (50%) ou 30 mil (25%) serão ocupados. Porém, a procura já foi tanta que o site oficial do AIA chegou mesmo a ir abaixo. Quanto ao preço dos bilhetes, rondará um mínimo de 85 e um máximo de 650 euros.

Escrito por: Beatriz Gouveia Santos

Editado por: Beatriz Duarte

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s