Lá Para Dentro: Temos Campeão, mas ainda há muito por decidir!

O Futebol Clube do Porto conquistou na presente semana o 29º título de campeão nacional da sua história, após ter derrotado o Sporting CP no Estádio do Dragão por 2-0. No entanto, algumas “batalhas” permanecem bem acesas até ao término do campeonato: a luta pelo terceiro lugar entre Sporting CP e Sporting de Braga; a luta pelo 5º lugar (último de acesso europeu) entre Famalicão e Rio Ave e, por fim, a tradicional “fuga à despromoção”, que envolve quatro equipas: Tondela, Vitória de Setúbal, Portimonense e Belenenses SAD.

Iniciemos a nossa análise pelo topo da tabela. O FC Porto conseguiu garantir o título de campeão nacional na época mais atípica de que há memória. Depois de ter estado a sete pontos da liderança, os dragões foram capazes de recuperar dessa mesma desvantagem pontual e as duas vitórias frente ao Benfica foram cruciais nesse aspeto (em caso de empate, conferiam vantagem no confronto direto). No entanto, importa salientar que quer Porto quer Benfica realizaram ambos provas bastante irregulares, sendo que será justo afirmar que a equipa da invicta só conquistou o título a três jornadas do término da Liga fruto da irregularidade extrema das Águias. No entanto, conseguiu ser a equipa mais regular e venceu os dois encontros frente ao eterno rival, pelo que a conquista do título de campeão nacional deverá ser considerada justa.

 

img_920x5192020_07_16_00_46_39_1727059

Relativamente à luta pelo terceiro lugar: se por um lado temos uma equipa do Sporting que, desde a chegada de Rúben Amorim, tem feito um percurso bastante interessante e regista apenas uma derrota (na presente semana, frente ao Porto), por outro lado temos um Braga bastante inconsistente e que já vai no 4º treinador na presente temporada (algo inédito na história do clube minhoto). Com dois pontos a separarem ambas as equipas e dado o momento de forma de cada uma delas, será justo afirmar que o Sporting é o candidato mais forte a garantir o acesso direto à fase de grupos da Liga Europa na próxima temporada (por exemplo, esta semana os Guerreiros do Minho desperdiçaram uma oportunidade de igualarem pontualmente a equipa de Alvalade, tendo empatado a uma bola na receção ao Belenenses SAD – uma das equipas a lutar para evitar a descida de divisão). 

1476416

Rúben Amorim conseguiu revolucionar a maneira de jogar da equipa de Alvalade, estando bem encaminhado no sentido de garantir o 3º lugar da tabela. Fonte: Público.

A luta pelo 5º lugar também se revela bastante interessante: apenas 1 ponto separa a equipa sensação da presente temporada (Famalicão) do Rio Ave. Será uma luta em que, certamente, um deslize poderá ditar o futuro de qualquer uma das equipas. Se por um lado temos um Famalicão novato neste panorama, por outro temos um Rio Ave que, no passado mais recente, tem disputado com alguma regularidade os lugares europeus e já está habituado a este tipo de situação.

Fábio Martins tem sido o jogador em destaque na equipa do Famalicão. Fonte: A Bola.

Por fim, a “batalha” que se revela mais empolgante: quatro equipas tentam evitar aquele que já foi confirmado como sendo o destino do Desportivo das Aves: a Segunda Liga. Das quatro equipas, Belenenses SAD e Portimonense são as que têm um calendário aparentemente mais favorável. A equipa propriedade da CodeCity tem mais dois pontos em relação às restantes equipas em apreciação, pelo que se revela como a principal candidata a garantir a manutenção. Relativamente ao Vitória FC, na próxima jornada desloca-se a Alvalade enquanto que o Tondela recebe o SC Braga.

Classificação da Liga NOS. Grafismo: SofaScore.

Apesar deste panorama, merece ser destacada a equipa do Portimonense: aparentemente condenada à descida, conseguiu conquistar um conjunto de pontos muito importantes no período pós-confinamento, sendo que é destas quatro equipas a que atualmente tem praticado um futebol de melhor qualidade.

A vitória desta semana na receção ao Boavista fez com que o Portimonense abandonasse os lugares de descida, após várias jornadas consecutivas. Fonte: SIC Notícias.

Em suma, apesar de já ser conhecido o vencedor da edição 2019/2020 da Liga Portuguesa, razões não faltam para acompanhar o nosso campeonato até ao fim visto que ainda existem incertezas quanto ao futuro de algumas equipas.

Escrito por: Filipe Ribeiro

Editado por: João Rego

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s