Lá Para Dentro: “Por todos, lançamos o repto: contra o cartão do adepto!”

A frase do título certamente não lhe será estranha. Utilizada por vários adeptos no período imediatamente anterior à pandemia de modo a manifestar um desagrado coletivo face a esta medida, a verdade é que a mesma teve luz verde e prepara-se para vigorar já na próxima temporada. No entanto, são diversas as questões que se colocam relativamente a esta medida, assim como à sua eficácia.

img-20200208-wa0015
Foram vários os Grupos Organizados de Adeptos que se manifestaram contra o Cartão do Adepto. Fonte: Remate Digital.

Desde o regresso do futebol que este nunca mais foi o mesmo. Apesar de a bola ter voltado a rolar, as bancadas desertas são agora uma realidade. No entanto, e já a antever o regresso de adeptos aos estádios na próxima temporada, surge o Cartão do Adepto. Em que consiste?

O Cartão do Adepto destina-se a adeptos que frequentem as denominadas Zonas de Condições Especiais de Acesso e Permanência de adeptos (ZCEAP). Por outras palavras, zonas dos estádios habitualmente frequentas por claques ou Grupos Organizados de Adeptos. Constitui uma medida da Autoridade para a Prevenção e Combate à Violência no Desporto (APCVD), entidade que irá emitir este mesmo cartão.

Mas será esta medida benéfica e eficaz no combate à violência, ao racismo e a tantas outras coisas que estão a mais no desporto? Em nosso entender, não. Desde logo por conter uma ideia que deve ser considerada discriminatória: só podem requerer este cartão indivíduos com, no mínimo, 16 anos de idade. Assim, esta medida impede qualquer criança de poder levar um tambor, uma bandeira ou até mesmo um megafone para um recinto desportivo, privando-a de fazer parte da tão proclamada “festa do povo”.

106463520_952410381862975_6745674540987472021_n
Imagens como esta deixarão de ser uma realidade. Fonte: ESPINHO.TV / Filipe Couto

Além deste factor, importa desde já contrariar o estereótipo que se criou de que as claques são sinónimo de violência. Tal não é, de todo, verdade. As claques destinam-se, sim, a apoiar as suas equipas recorrendo, para isso, a bandeiras, faixas, megafones e, por vezes, pirotecnia. Não estaríamos a ser verdadeiros se afirmássemos que não existem vários incidentes relacionados com claques, mas também existem muitos que não estão relacionados com as mesmas. Será que é necessária, por isso, toda esta burocracia que visa, no fundo, controlar adeptos que frequentam uma parte específica de um estádio? Deve um adepto estar identificado de modo a poder aceder a uma parte especifica de um recinto?

A verdade é que uma medida que se diz de prevenção ao racismo, à xenofobia e à intolerância, só nos pontos apresentados, já se revela bastante contraditória. É inegável que o Cartão do Adepto cria zonas de segregação nos estádios, rotulando e separando pessoas, contrariando os pressupostos da inclusão (tanta vez proclamados, por exemplo, nas ações promocionais da UEFA). Ou seja, o controlo feito a determinado individuo está baseado na zona frequentada pelo mesmo no recinto desportivo, havendo uma clara distinção em relação aos demais adeptos.

622_85166600-c77e-45d2-89cc-7bffaedbf6b7
A campanha #Equalgame da UEFA é uma das que promove a inclusão no futebol. Fonte: ESPN

Em suma, se muitos lamentam a falta de público e de coreografias nas bancadas no futebol pós-pandemia, a verdade é que o Cartão do Adepto prepara-se para controlar os principais responsáveis pela criação de um ambiente festivo nas bancadas, sendo que uma das suas consequências poderá ser, precisamente, uma redução drástica no número de espectadores em recintos desportivos (que, em Portugal, é em média bastante baixo). Perante este panorama, conclui-se que o futebol é cada vez menos a festa do povo e cada vez menos um espaço em que impera a liberdade de circulação e de expressão. Tudo isto será condicionado por uma medida que já se revelou falhada em muitos países europeus, mas que mesmo assim será aplicada em Portugal.

Escrito por: Filipe Ribeiro

Editado por: João Rego

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s