Bundesliga – futebol está de volta

A liga alemã é a primeira das cinco principais ligas a retomar as atividades.

Os fãs de futebol já podem respirar de alívio. Depois de cerca de dois meses de seca, um dos principais campeonatos do desporto mais popular do mundo está de volta.

A Bundesliga, da Alemanha, tem regresso marcado para o dia 16 de maio, no qual vão ser realizados quatro jogos – Augsburg contra Wolfsburg, Düsseldorf contra Paderborn, Hoffenheim contra Hertha de Berlim e, o mais expressivo de todos, Borussia Dortmund contra Schalke 04 – válidos para a vigésima sexta de trinta e quatro jornadas da competição. A confirmação foi dada esta quinta-feira, durante uma conferência de imprensa da Liga de Futebol Alemã.

De momento, o líder da tabela de classificações é o Bayern de Munique, com 55 pontos, seguido do Dortmund (51), do RB Leipzig (50) e do Borussia Mönchengladbach (49). Caso estas posições se mantenham, os clubes referidos têm lugar marcado na próxima edição da Liga dos Campeões – cuja época recorrente tem em vista o seu retorno para junho – e a equipa da Allianz Arena sagrar-se-á campeã pela oitava vez consecutiva.

O heptacampeão Bayern de Munique é o atual líder da tabela de classificações

Falando em jogadores, o melhor marcador do momento é Robert Lewandowski (Bayern), com 25 golos, que já venceu o troféu de melhor artilheiro da liga quatro vezes, e alguns dos jovens talentos que se estão a destacar bastante nesta temporada são Timo Werner (Leipzig), Jadon Sancho e Erling Braut Haaland (ambos do Dortmund).

Robert Lewandowski com uma das suas “chuteiras de ouro” da Bundesliga
Timo Werner, do Leipzig, clube que se estava a destacar esta época na Liga dos Campeões
Só esta temporada, em todas as competições, o inglês Jadon Sancho (esquerda) leva 17 golos e 19 assistências e o norueguês Erling Haaland (direita) conta com 40 golos

A Alemanha é, assim, o primeiro país europeu a dar reinício ao seu campeonato nacional, depois da suspensão. Enquanto alguns países estão a pensar seguir o mesmo caminho, como por exemplo Espanha, Itália, Portugal e Inglaterra – onde vão ser proibidas comemorações, trocas de camisolas e cuspos – outros mostram-se bastante reticentes em dar luz verde ao fim do cancelamento. Na Holanda, por exemplo, o campeonato terminou sem título e sem rebaixamentos e, em França, o PSG foi declarado campeão com dez jornadas por jogar, o que causou animosidade por parte de alguns clubes rivais que estão a pensar recorrer a tribunal.

Relembre-se, todavia, que a Alemanha já testou mais de 170 mil casos positivos ao COVID-19, registando mais de sete mil mortes e quase 140 mil curados.

Escrito por: Beatriz Gouveia Santos

Editado por: Beatriz Duarte

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s