Os 5 favoritos do Golden Boy 2019

É já no dia 16 de dezembro que se vai saber quem é o melhor jogador do mundo Sub-21. Esta distinção, aclamada “Golden Boy”, serve para distinguir uma futura estrela do futebol mundial com esta “mini” bola de ouro para jogadores com menos de 21 anos de idade.

A lista de jovens estrelas é extensa, tendo começado com 100 jogadores, e reduzida a uma lista final de 20 jogadores. Desses 20 há 5 que se destacam dos demais – são eles Kai Havertz, Jadon Sancho, Matthijs de Light (atual Golden Boy 2018), Braut Haland e João Félix. Este prémio já foi a entregue a jogadores como, Lionel Messi, vencedor por duas vezes (2005 e 2006), Paul Pogba (2013), Raheem Sterling (2014), Kylian Mbappé (2017), entre outros.

Kai Havertz, a estrela alemã do Bayer Leverkusen, foi com apenas 17 anos de idade que se estreou na Bundesliga, em outubro de 2016, e no mês seguinte, num embate entre Tottenham vs Bayer Leverkusen para a Liga dos Campeões, o craque alemão estreou-se na competição máxima de clubes europeus. Apesar de ser jovem, hoje, o médio alemão de 20 anos já é uma cara bem conhecida dos grandes palcos, mas foi na época passada (2018-2019), que o prodígio germânico se afirmou com 42 jogos realizados, 20 golos marcados e tantas outras assistências, o verdadeiro “playmaker” dos farmacêuticos fez uma época brilhante para mais tarde recordar. Até ao momento já conta com 7 internacionalizações e 1 golo marcado pela seleção principal alemã, que se espera ser uma das escolhas de Joachim Low para o Euro 2020. Um pé esquerdo dotado de arte e magia, este é Kai Havertz.

gajo

Kai Havertz

Jadon Sancho, o inglês que espalha magia na Alemanha, o extremo de 19 anos, é um dos maiores candidatos a ser o próximo “Golden Boy”, com a sua velocidade aliada a uma técnica imprevisível aos adversários, características estas que o tornam numa das maiores figuras do Borussia Dortmund e da seleção inglesa. Até ao momento leva 11 internacionalizações e 2 golos, de onde se destaca a participação na Final Four da Liga das Nações, realizada em Portugal. Sancho, que já pertenceu aos quadros do Manchester City, agora no futebol alemão, o extremo inglês que na época de 2017-2018 intercalava entre a equipa de juniores e a equipa principal, com 17 anos estreou-se na equipa principal e na liga dos campeões. Na época passada afirmou-se como titular indiscutível na sua equipa com 43 jogos, 13 golos e muitas assistências. Na presente leva 16 jogos e 3 golos.

sancho

Jadon Sancho

Matthijs de Ligt, o único que pode igualar o feito de Lionel Messi, ao ganhar por duas vezes o prémio. Atual detentor do “Golden Boy”, o implacável defesa central holandês da Juventus vem de uma época de sonho. Na passada realizou 55 jogos, onde se destacam a brilhante prestação do Ajax na Liga dos Campeões, ao cair apenas nas meias finais frente ao Tottenham. O central foi uma das figuras da equipa, o que lhe valeu uma transferência por 75 milhões de euros no Verão de 2019 para a Juventus. Dotado de uma maturidade muito acima da média, qualidade técnica e capacidade física tremenda, torna-o num dos defesas mais temidos pelos avançados. Pela “laranja mecânica”, De Ligt, de apenas 20 anos, já é uma das figuras, mas tem uma história curiosa na sua seleção. Aos 17 anos estreou-se pela Holanda pelas mãos de Danny Blind, mas o defesa teve uma noite para esquecer. A Holanda perdia por 2-0 na Bulgária contra a seleção local, o defesa esteve ligado de forma direta aos dois golos búlgaros e acabou por ser substituído no intervalo. Um misto de emoções: por um lado, a estreia pelo seu país, mas por outro, a frustração de ter cometido dois erros que custaram caro. Até ao momento, pela “laranja mecânica” conta com 22 internacionalizações e 2 golos, onde se destaca a participação na Final Four da Liga das Nações, onde os holandeses foram batidos na final por Portugal.

light

Matthijs de Ligt

Braut Haland, o “outsider” destes favoritos, embora seja “outsider” só para os mais desatentos, sendo que este ponta de lança norueguês não passa despercebido. Tem 19 anos e atua no Red Bull Salzburg da Áustria. Deu nas vistas no mundial Sub-20, quando num jogo entre Noruega vs Honduras o resultado foi de 12-0 a favor dos nórdicos, e o craque norueguês apontou nada mais, nada menos que 9 golos num jogo, onde no final do torneio tornou-se o melhor marcador. A partir daí foi sempre a somar. Atualmente leva 18 jogos e 26 golos. Destaca-se ainda por ser o melhor marcador da presente edição da Liga dos Campeões, com 7 golos marcados em 4 jogos, num grupo onde os austríacos já defrontaram Liverpool, Napoli e Genk, onde Haland já marcou a todos. Muitos o apelidam do novo John Carew, um dos melhores jogadores noruegueses da história, mas o futuro é muito mais promissor para este jovem avançado, que se impõe pela sua capacidade física e um faro mortífero para o golo.

halla

Braut Haland

 João Félix, o menino 120 milhões, protagonizou uma das transferências mais mediáticas da história do futebol, no Verão de 2019, do SL Benfica para o Atlético de Madrid, para colmatar a saída de Antoine Griezmann que deixou os “Colchoneros” para o FC Barcelona. O português natural de Viseu destacou-se na época passada ao serviço das águias com 43 jogos e 20 golos marcados, estreou-se pela mão de Rui Vitória, contudo foi com Bruno Lage que se assumiu como figura imprescindível dos encarnados, o que levou à conquista do campeonato português (2018-2019), um dos mais complicados dos últimos tempos. Félix perfuma os relvados nacionais com o seu toque de bola, inteligência dentro das quatro linhas e faro para o golo. Pelo Atlético de Madrid levou ao delírio a imprensa espanhola na pré-temporada pelas boas exibições, no entanto, quando arrancou a época, o português tornou-se irregular nas suas exibições, ora mostrando o verdadeiro Félix, ora uma amostra do seu talento. Recentemente foi traído por uma lesão, e conta apenas com 11 jogos realizados e 3 golos marcados. Pela seleção das “Quinas” já conta com 5 internacionalizações, e, seguramente, vai ser uma das escolhas de Fernando Santos para o Euro 2020.

felixjpeg

João Félix

 

São estes os favoritos para a conquista do prémio e a qualquer um destes é perfeitamente bem entregue pois são jogadores de inegável qualidade e talento, que vão protagonizando exibições que enchem os olhos a todos os adeptos de futebol.

 

Escrito por: João Cardoso

Editado por: Júlia Varela

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s