ISCSPoiler – Frozen 2, a Disney volta a fazer magia

tumblr_2e016f0869b4838195b8dfda3c3624e7_7431a459_1280

“Frozen 2” é a mais recente aposta da Disney. Uma história forte, repleta de música e fantasia. Elsa, Anna, Olaf, Kristoff e Sven embarcam numa nova aventura e nós vamos com eles. 

Foi em 2013 que a Disney nos presenteou com mais um filme de animação. “Frozen” conquistou miúdos e graúdos pela sua história diferente, pelas suas personagens e pela excelente banda sonora a que a Disney já nos habituou. Passaram seis anos no reino de Arendelle, onde vivem as irmãs Anna e Elsa com os seus amigos Olaf, Kristoff e Sven. Tudo parece bem: os poderes mágicos de Elsa estão controlados e todos estão felizes, até que o passado toma conta do presente.

“Frozen 2” conta-nos tudo o que não sabíamos sobre o primeiro filme e não é só mais um filme de princesas. Aliás, Anna e Elsa são princesa e rainha apenas pelo título. Pela segunda vez, mostram-se independentes, corajosas e destemidas, prontas a enfrentar o desconhecido para alcançar os seus objetivos, o que não corresponde às clássicas princesas Disney.

O filme explora os quatro elementos da natureza – terra, água, ar e fogo – , que provocam estragos por Arendelle, obrigando todos os seus habitantes a fugir para outro lugar. Só há uma pessoa capaz de resolver o problema, Elsa. Para isso, terá de partir para a Floresta Encantada para desvendar mistérios do passado que a ajudarão a compreender o presente. E, porque prometeram estar sempre juntas, a sua irmã Anna não a deixa aventurar-se sozinha. A esta nova viagem juntam-se, mais uma vez, a coragem e a “pinta” de Kristoff (que tem, durante todo o filme, uma missão bastante… romântica), a calma e lealdade de Sven e a positividade e alegria de Olaf, o boneco de neve que mais gargalhadas arranca a crianças e adultos. Mas, como em todas as aventuras, vários serão os obstáculos que vão surgir. 

Desengane-se quem pensa que é mais um filme cliché: “Frozen 2” é um filme que marca a diferença pela ação e suspense durante toda a trama. É uma história que deixa qualquer um agarrado ao ecrã e com vontade de partir com Anna e Elsa em busca do mistério que se esconde na Floresta Encantada. Um filme complexo, onde tudo acontece muito rápido. Temos dúvidas se será facilmente entendido por crianças pequenas, mas a verdade é que a banda sonora bastante diferente não nos passou despercebida. Realçamos a música interpretada por Olaf, com a qual, com certeza, muitas crianças se identificarão ou, então, “quando forem grandes vão compreender”. 

Denotam-se grandes melhorias na qualidade de imagem e som face ao primeiro filme. O design do filme apresenta um maior detalhe na maioria dos elementos, particularmente no  oceano. Algumas cenas evidenciam um toque bem clássico da Disney ao nível de ficção, nomeadamente na explicação de factos e histórias, bem como uma aposta ainda maior no lado musical, preenchendo bastante o filme.

“Frozen 2” é mais um filme que nos mostra que as princesas não precisam de usar saltos-altos e que também conseguem ser corajosas e independentes. Fala-nos novamente sobre a importância da família e dos amigos. Faz-nos acreditar na coragem de Elsa, temer a vida de Anna, torcer pelo amor de Kristoff e rir com o Olaf num momento dramático da história. Faz-nos, novamente, cantar as suas músicas em plenos pulmões. “Frozen 2” é mais um filme da Disney que nos faz sonhar. 

 

Este artigo de opinião é da pura responsabilidade do autor, não representando as posições do Desacordo ou dos seus afiliados.

Escrito por: Catarina Cascabulho e Rafaela Boita

Editado por: Júlia Varela

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s