Lá Para Dentro: Grandes jogos antes do regresso das seleções

Esta semana, faz-se uma antevisão daqueles que são os jogos que marcam o próximo fim-de-semana: refira-se, na Alemanha, o desafio que opõe o Bayern de Munique ao Borussia Dortmund; e em Inglaterra, a receção do Liverpool ao Manchester City.

Comecemos por analisar o jogo que será jogado em terras germânicas: se por um lado temos um Bayern de Munique em “crise”, a apresentar um futebol fraco, monótono e sem ideias de jogo que culminou com a demissão do técnico croata Niko Kovac na semana passada, após a goleada sofrida em Frankfurt diante do Eintracht (5-1); por outro lado, temos um Borussia Dortmund motivado e que vem a apresentar um futebol dinâmico e bastante ofensivo, no entanto com algumas fragilidades no setor defensivo que fazem com que a equipa orientada pelo suíço Lucien Favre continue a ser irregular no que a resultados diz respeito (que tem sido o maior problema dos “amarelos” nas últimas temporadas). Se para a Supertaça foram os de Dortmund a levar a melhor (vitória por 2-0), desta vez tudo leva a crer que vamos ter mais uma edição escaldante do “Der Klassiker”, desta feita jogado na Baviera e em que existe apenas um ponto a separar ambas as equipas (Bayern em 4ºlugar com 18 pontos e Borussia Dortmund em 2º lugar com 19 pontos).

Robert Lewandowski e Marco Reus, as principais estrelas de Bayern e Dortmund, respetivamente.
Fonte: Bundesliga Official Facebook

Para concluir esta parte relativa ao futebol alemão, apenas uma breve nota relativa ao atual estado da classificação da Bundesliga: são apenas 5 os pontos a separar o líder Borussia Monchengladbach do 9º classificado Hoffenheim, numa clara prova de equilíbrio entre os participantes nesta prova. De entre estas nove equipas, destaque pela positiva para os de Monchengladbach (por, precisamente, ocuparem o primeiro lugar) e para o Friburgo (que teria à partida como objetivo evitar a despromoção e ocupa neste momento a 5ª posição); e pela negativa, destaca-se o Bayern de Munique (visto que, de entre todas as equipas em prova, é a que apresenta melhores argumentos/plantel e em que os resultados não têm correspondido ao potencial que a equipa apresenta). Veremos o que reservam as próximas jornadas.

Classificação da Bundesliga.
Grafismo: SofaScore

Em Inglaterra, por sua vez, joga-se o Liverpool – Manchester City, no mítico estádio de Anfield Road. Este é um daqueles jogos que os adeptos aguardam desde o inicio da temporada, sobretudo se tivermos em conta que estas são as duas equipas que, nos últimos tempos, melhor futebol têm praticado a nível mundial (afinal, o campeão europeu recebe o campeão inglês). Comece-se a análise pela equipa da casa: os comandados de Jurgen Klopp lideram a Premier League somando dez vitórias e apenas um empate. Praticam um futebol excecional, rico em ideias de jogo e muito influenciado, claro está, pela criatividade das estrelas Salah, Firmino e Mané, bem como pela solidez defensiva garantida por jogadores como Van Dijk e Alisson Becker.

Relativamente ao Manchester City comandado por Pep Guardiola: apesar de somar menos seis pontos que o líder (fruto de alguns deslizes ao longo da prova), conta também com um plantel recheado de estrelas e muitas ideias de jogo. Uma equipa com uma capacidade incrível de marcar o ritmo e de contrariar as “acelerações” que os homens de Anfield tentam impor aos seus adversários pelas alas.

Tentarão, seguramente, ter o domínio da posse de bola e a partir daí construir progressivamente no terreno de jogo não só ao estilo de Guardiola, como também através da criatividade ofensiva de jogadores como Kevin de Bruyne, Raheem Sterling e Bernardo Silva, nunca esquecendo que para finalizar poderão contar com o “matador” Sergio Aguero. Todavia, é de salientar a possível ausência de Ederson Moraes (o “guardião” dos citizens saiu lesionado no encontro frente à Atalanta, que terminou empatado a um golo, em desafio a contar para a Liga dos Campeões, e está incerto para o encontro).

Em suma, espera-se um jogo bastante animado (“à inglesa”, diga-se), em que os golos estarão presentes. No entanto, será complicado antever um vencedor. Considerar-se-à, sem dúvida, que a pressão está do lado dos “citizens”, que não se podem dar ao luxo de perder mais pontos. O Liverpool, por sua vez, poderá encarar o jogo com maior tranquilidade, mas com a consciência de que ainda há muito para jogar e de que, nesta fase, todos os pontos são importantes.

Mohamed Salah e Sergio Aguero, duas das muitas estrelas que estarão em campo no próximo domingo.
Fonte: Sky Sports

Se neste fim-de-semana existem jogos seguramente a não perder, na próxima semana a emoção continua com o regresso das seleções, que contém a conclusão da fase de grupos da qualificação para o Euro 2020.

Todavia, e para terminar o “Lá Para Dentro” desta semana, é imperativo deixar uma nota final relativamente à lesão grave de André Gomes: deseja-se as rápidas melhoras ao atleta português e o desejo de que volte a fazer o que mais gosta o quanto antes.

Enaltece-se, ainda, a atitude excecional levada a cabo por Son Heung-Min, que involuntariamente lesionou um colega de profissão e que, desde então, tem demonstrado um profundo arrependimento. Uma atitude de louvar que deve servir de exemplo não só para jogadores como também para adeptos: acima de tudo o futebol é apenas um jogo que, apesar de muito especial, não passa disso mesmo e em que deve imperar o respeito mútuo e o fair-play.

Son Heung-Min, inconsolável após lesionar André Gomes.
Fonte: Record

Escrito por: Filipe Ribeiro

Editado por: João Rego

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s