Bola de Ouro 2019

Dia 3 de dezembro de 2018, Luka Modric (jogador croata que pertence aos quadros do Real Madrid), foi eleito melhor jogador do mundo, prémio atribuído exclusivamente pela “France Football” desde 2016. Todos os anos é realizada uma cerimónia de entrega na qual estão presentes as maiores estrelas do futebol mundial. Este ano, a gala realizar-se-á dia 2 de dezembro, em Paris.

No passado dia 21 de outubro, a “France Football” anunciou através do seu site e redes sociais os 30 finalistas que vão “lutar” entre si pelo prémio de melhor futebolista mundial.   

É com grande espanto que analisamos a lista anunciada. Jogadores como Neymar, Gareth  Bale, Thibaut Courtois, Luis Suárez, Phillipe Coutinho, Harry Kane, Paul Pogba, Sergio Ramos ou até o próprio vencedor do ano anterior (Luka Modric) não fazem parte da lista.

Em seguida apresenta-se a lista com os 30 concorrentes ao prémio:

Sergio Agüero (Manchester City)

O ponta de lança argentino de 31 anos tem um enorme faro para o golo. É já um dos maiores ídolos dos adeptos do Manchester City. Na época passada contribui com 21 golos em 33 partidas na Premier League ajudando a sua equipa a ser campeã.

Trent Alexander-Arnold (Liverpool)

Uma das maiores revelações na época passada, e com apenas 21 anos, é o jogador do Liverpool, Trent Alexander-Arnold (o único lateral direito presente na lista). A excelente prestação na Premier League e a conquista da Uefa Champions League foram certamente determinantes na nomeação do jovem inglês. 

Alisson (Liverpool)

Sem surpresas encontramos 5 jogadores do Liverpool entre os 30 escolhidos. A conquista do maior troféu no panorama europeu e as exibições de mais alta qualidade levaram Alisson à titularidade na Seleção Brasileira e à presença na lista dos melhores do mundo.

Pierre-Emerick Aubameyang (Arsenal)

O avançado natural do Gabão é um nome inesperado nesta lista. Apontou 22 golos na época passada na Premier League, e com 9 jogos este ano já arrecadou outros 7. A sua prestação é mais que razoável num Arsenal aquém do que se podia esperar.

Karim Benzema (Real Madrid)

Indiscutivelmente um dos pontas de lança mais completos do futebol mundial. Com 31 anos e muita experiência, ainda que num péssimo ano para o Real Madrid, consegue realizar uma excelente época em Espanha mantendo o nível de dedicação de outros anos.

Bernardo Silva (Manchester City)

Jogador português de elevada capacidade técnica conduziu a sua equipa à conquista do título inglês e a uma inglória eliminação na Uefa Champions League nas meias-finais. Dotado de um pé esquerdo fabuloso, conquistou também a Taça das Nações por Portugal na qual foi considerado o melhor jogador da competição.

Cristiano Ronaldo (Juventus)

Dispensa apresentações. Com 5 Bolas de Ouro ganhas e 34 anos, o português mantém-se entre os melhores jogadores do mundo e continuará certamente a ser um forte candidato à vitória final.

Kevin de Bruyne (Manchester City)

Não é de estranhar a presença do craque belga do Manchester City entre os nomeados tanto a nível coletivo como individual.

Frenkie de Jong (Barcelona)

22 anos de pura qualidade técnica e capacidade de leitura de jogo. Brilhou no Ajax a época passada. É neste momento titular no Barcelona.

Matthijs de Ligt (Juventus)

Também ele proveniente da academia do Ajax e ainda mais novo (20 anos) surge Matthis de Ligt, central que se destacou na época passada pela sua magnífica e surpreendente caminhada na Liga dos Campeões.

Roberto Firmino (Liverpool)

Dos jogadores mais influentes numa das frentes de ataque mais temidas do mundo. A qualidade fora do comum no passe e na finalização fazem dele, sem sombra de dúvidas, um dos melhores.

Antoine Griezmann (Barcelona)

Protagonizou uma das novelas mais prolongadas do mercado de transferências do verão passado. Conseguiu ainda assim mudar-se para Barcelona, onde manteve o nível excecional pelo qual era reconhecido no Atlético de Madrid. 

Eden Hazard (Real Madrid)

Outra grande transferências foi deste defeso, do Chelsea (onde conquistou a Liga Europa) para o Real Madrid. Extremo consagrado que realizou uma época dentro do esperado em Inglaterra.

João Félix (Atlético Madrid)

Avançado português de apenas 19 anos. Excelente época em Portugal com 15 golos e 7 assistências e grandes exibições, que o levaram à conquista do Campeonato Nacional pelo Benfica. Transferiu-se para o Atlético de Madrid por 126 milhões de euros.

Kalidou Koulibaly (Nápoles)

Ágil no desarme e destemido em todos os lances, é um dos melhores centrais da atualidade. O senegalês pertence ao Nápoles, equipa onde joga desde 2014.

Robert Lewandowski (Bayern Munique)

O nome de Robert Lewandowski já era esperado neste lote de jogadores. Ainda que na Liga Milionária a serviço do Bayern não tenha conseguido mostrar o seu valor, realizou uma belíssima época ao serviço da equipa Bárvara.

Hugo Lloris (Tottenham)

Fundamental na chegada do Tottenham à final da Liga dos Campeões, o guarda-redes francês de 32 anos está em Londres desde 2012. Capitão (também na seleção Francesa), líder e salvador nos momentos mais decisivos.

Sadio Mané (Liverpool)

Dos extremos mais rápidos e perigosos do futebol mundial, levou a ofensiva do Liverpool à conquista da Europa tão cobiçada por este mítico clube inglês com a ajuda de (o já referido) Roberto Firmino e Mohamed Salah.

Riyad Mahrez (Manchester City)

A época consistente que realizou ao serviço do Manchester City valeu-lhe a colocação entre os melhores. É dotado de um fantástico pé esquerdo, velocidade, imprevisibilidade e  detalhes técnicos de enorme qualidade.  

Marquinhos (Paris Saint-Germain)

Um nome que não era esperado, mas não pela sua qualidade, que é inegável. Aos 25 anos tem já uma vasta experiência no futebol europeu. Líder do PSG e da Seleção Brasileira pela qual conquistou a Copa América no Verão passado.

Kylian Mbappé (Paris Saint-Germain)

Com 20 anos é já uma estrela no futebol mundial. Há quatro anos a jogar ao mais alto nível, é capaz de se superar de ano para ano. Fez uma belíssima época ganhando ainda mais destaque após as consecutivas lesões e ausências de Neymar. A sua tenra idade não o impediu de arrecadar várias vitórias: já venceu a Liga Francesa por dois clubes diferentes e conquistou o Mundial de 2018 no qual foi considerado o melhor jogador jovem do torneio.

Lionel Messi (Barcelona)

Este astro argentino é um ídolo não só em Barcelona, como por todo o mundo. Com o mesmo número de bolas de ouro que Cristiano Ronaldo (5), realiza uma tremenda época a nível individual. Coletivamente, apenas ganhou o Campeonato Espanhol, (o que se revela pouco para um clube da dimensão do Barcelona) mas nada que o afaste de estar entre os favoritos à conquista da, neste caso, sexta bola de ouro.

Mohamed Salah (Liverpool)

O último dos três artistas do ataque do Liverpool, mas não menos perigoso. Extremo-direito com a velocidade como característica de maior relevo no seu estilo de jogo. Puxa para dentro com bastante facilidade, de modo a usar o seu pé esquerdo como uma potente arma. Explora, juntamente com Sadio Mané, as costas da defesa como muito poucos conseguem.

Son Heung-min (Tottenham)

Jogador muito carismático, perigoso no remate e também ele bastante móvel. O sul-coreano foi um dos pilares na caminhada da equipa inglesa até à final da Liga dos Campeões.

Raheem Sterling (Manchester City)

Extremo inglês muito rápido. Tem crescido bastante ao longo dos últimos anos de trabalho com Guardiola.

Dušan Tadić (Ajax)

Juntamente com Hakim Ziyech (que marcou 27 golos), e David Neres (10 golos) formou um dos ataques com mais protagonismo da época passada a nível europeu. O capitão do Ajax realiza uma belíssima época servindo de ligação entre ataque e meio-campo de uma equipa muito bem orientada e equilibrada.

Marc-André Ter Stegen (Barcelona)

Guarda-redes do Barcelona que ganhou a titularidade da baliza blaugrana, algo que já não acontecia desde Victor Valdés. Excelente prestação na baliza da Alemanha, sendo considerado o substituto natural de Manuel Neuer.  

Donny van de Beek (Ajax)

Menos falado do que as restantes jovens pérolas que saíram da formação do Ajax, contudo revelou-se de uma importância extrema na temporada passada. Garantiu o equilíbrio da equipa Holandesa ao lado do também nomeado Frankie de Jong.

Virgil Van Dijk (Liverpool)

Considerado por muitos o melhor central do mundo. Desarme e decisão no passe muito acima da média. Seguro e impenetrável.

Georgino Wijnaldum (Liverpool)

Jogador móvel e tremendamente importante para a equipa campeã europeia. Jogador holandês, capaz de comandar o meio campo com grande facilidade. Nomeação merecida, numa lista repleta de jogadores do Liverpool.

 

Por fim, as 20 nomeadas para melhor futebolista do mundo na categoria feminina:

Kosovare Asllani (CD Tacón), Sarah Bouhaddi (Lyon), Lucy Bronze (Lyon), Nilla Fischer (Linkopings), Pernille Harder (Wolfsburgo), Ada Hegerberg (Lyon), Tobin Heath (Portland Thorns), Amandine Henry (Lyon), Sofia Jakobsson (CD Tacón), Sam Kerr (Chicago Red Stars), Rose Lavelle (Washington Spirit), Dzsenifer Marozsan (Lyon), Marta (Orlando Pride), Lieke Martens (FC Barcelona), Viviane Miedema (Arsenal), Alex Morgan (Orlando Pride), Megan Rapinoe (Reign FC), Wendie Renard (Lyon), Sari van Veenendal (Atletico Madrid), Ellen White (Manchester City).

 

Escrito por: Gabriel Reis

Editado por: Mariana Mateus

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s