Schweinsteiger é a próxima lenda a abandonar os relvados

O famoso futebolista alemão Bastian Schweinsteiger, de 35 anos, anunciou recentemente que se vai retirar do futebol no final da temporada 2019-2020.

bastian-schweinsteiger-mls-chicago-fire-08282018_1uno3cj7o43w01dnqmw50p1fcr

Bastian Schweinsteiger joga pelos Chicago Fire, onde terminará a sua carreira.

O seu nome vai ficar para sempre gravado na memória de inúmeros adeptos do desporto mais popular do mundo, não só por ser incrivelmente longo e complexo – eu própria fico bastante orgulhosa de mim mesma por conseguir escrevê-lo sem qualquer erro – mas também por pertencer a um dos médios mais nobres e talentosos da sua geração.

Schweinsteiger nasceu no dia 1 de Agosto em 1984 na localidade de Kolbermoor. Durante a sua pré-adolescência já apresentava uma espantosa aptidão para o desporto – e não só para o futebol, também para o esqui. Esta faceta de multi-desportista levou-o a um conflito pessoal, pois só poderia triunfar completamente numa das modalidades se abandonasse a outra.

No dia 1 de Julho de 1998, a exatamente um mês de fazer 14 anos, entrou para as categorias base do Bayern de Munique, o maior e mais conhecido clube da Alemanha. Aí, foi determinante em algumas conquistas bastante importantes em campeonatos de júniores, algo que não deixou dúvidas para ninguém: o jovem Bastian estava destinado a tornar-se um futebolista profissional e o esqui ficaria para outras núpcias.

A sua carreira de 18 anos marca uma geração dourada do futebol alemão, não só a nível clubístico mas também a nível internacional. Foi uma das mais importantes figuras da lendária equipa que conquistou o mundial de 2014, sediado no Brasil, após derrotar a Argentina de Lionel Messi na final e a equipa anfitriã por 7-1 nas semifinais. Durante os 13 anos que esteve no Bayern jogou 500 jogos e ganhou 22 títulos: 8 campeonatos, 7 taças nacionais, 2 taças da liga, 2 supertaças nacionais, uma liga dos campeões, uma supertaça europeia e um mundial de clubes.

Abandonou a Bundesliga em 2015 para rumar a Inglaterra. Na Premier League, não teve propriamente um grande sucesso, devido a lesões e à idade já avançada, mas mesmo assim conseguiu adquirir mais dois títulos: uma Taça Nacional e uma Taça Carabao (Taça da Liga). Desde 2017 que é jogador do Chicago Fire, clube onde vai terminar a carreira.
De mencionar, também, que Schweinsteiger está entre os 55 jogadores que venceram tanto a liga milionária como o campeonato do mundo. Um currículo do qual poucos se podem gabar!

Enquanto adepta de futebol e uma grande fã das seleções alemãs em vigor de 2012 a 2018 só posso dirigir a este senhor um enorme obrigada, pelo futebol que nos trouxe e pela classe que sempre demonstrou ter dentro e fora de campo. Eterno Basti!

Este artigo de opinião é da pura responsabilidade do autor, não representando as posições do desacordo ou dos seus afiliados.

Escrito por: Beatriz Gouveia Santos

Editado por: Cláudio Nogueira

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s