A evolução da tecnologia no desporto, a preocupação com o plástico e vários prémios atribuídos no segundo dia da Web Summit 2018

A maior cimeira tecnológica do mundo realiza-se mais uma vez em Lisboa. Para o segundo dia do evento, muitas caras conhecidas do público português estiveram presentes como Jorge Mendes, Luisão e André Villas-Boas, bem como temas bastante interessantes contemplando a inovação tecnológica no Desporto, o Gaming, os problemas ambientais, questões de género e em grande foco: o marketing.  Sabe tudo o que se passa aqui!

O segundo dia da Web Summit começa de manhã cedo, com algumas startups a abrir o CentreStage, ainda antes do próprio Paddy Cosgrave estrear o palco. Na FIL, centenas de startups preparam-se para explicar as suas ideias e procurar investimento. Já os participantes, preocupam-se em explorar todo o evento e assistir ao maior número de conferências possível.

Um dos maiores acontecimentos do dia: a cidade de Atenas, na Grécia, venceu o título de Capital Europeia da Inovação, e com ele um prémio de um milhão de euros. O ano passado, a grande vencedora foi a cidade de Paris, que utilizou o dinheiro para investir numa escola multicultural.

Fazendo uma visita ao palco SportsTrade, Domingos Oliveira, Administrador Executivo da SAD do Benfica, e Jacques-Henri Eyraud, Presidente do Olympique Marseille, discutem se “é possível administrar um clube de futebol como uma startup“. Consideram que o futebol está no topo da “cadeia alimentar”, e, apesar da inovação estar sempre presente, os negócios são feitos de maneira diferente.

Para além da importância dada às mulheres na Web Summit este ano, vê-se claramente que há também uma maior preocupação ambiental. Por esse motivo, o palco planet: tech dedica-se exclusivamente a este assunto. “Como hackeámos o plástico” e “Qual será a palhinha final” foram algumas das conferências de hoje. A primeira foi discutida por Daphna Nissenbaum, da Tipa-Corp, e Isabel Hilton, da Chinadialogue.Net, e o foco central foi o uso excessivo do plástico, que só pode ser combatido se houver vontade das companhias e dos consumidores, que deveriam disponibilizar-se a pagar um pouco mais, para ser possível a existência de produtos com materiais alternativos. Para além disso, seria ainda necessária uma mudança de política.

Qual será a palhinha final” foi moderada por Jeremy Wilks, da euronews, tendo como participantes Alexandra Cousteau (Oceans 2050), João Pedro Matos Fernandes (Ministro do Ambiente) e Paulo Mirpuri (Mirpuri Foundation). Nesta conferência, o ponto principal foi a degradação dos oceanos e como os plásticos de uso único o estão a contaminar. “Vamos deixar de usar plásticos em todos os departamentos do Governo até ao final do ano”, afirmou o Ministro do Ambiente, recebendo assim elogios dos restantes oradores. Foi discutida a importância de encontrar um substituto ao plástico e, para além disso, que será necessário retirar ao máximo o plástico presente nos oceanos, sendo que tal já não é completamente possível devido aos microplásticos, que são ingeridos por peixes e, como tal, acabam por ser também prejudiciais ao ser humano.

No placo Sports Trade, Luisão, o icónico capitão das águias que representou o clube por mais de 13 anos, assumiu a sua dificuldade em falar inglês logo desde o início, pedindo desculpas mas que a partir dali, iria falar em português com recurso a Pedro Marques, Diretor Técnico para o Futebol de Formação do Benfica, que traduziu tudo o que o antigo  número “4” do SL Benfica tinha para dizer. Também Domingos Oliveira esteve presente elogiando algumas das pérolas que têm saído da formação benfiquista.

A conversa foi moderada por Ger Gilroy, irlandês que encabeça o projeto Off the Ball, uma rede de podcasts, websites e de programas de rádio da Irlanda, focada no futebol. Domingos Oliveira frisou que o talento dos jogadores, principalmente dos novos jogadores, tem sido cada vez melhor lapidado, muito graças ao avanço tecnológico no desporto, algo que há 10/15 anos não existia: “Há 10/15 anos era muito difícil um jogador de 18/19/20 anos singrar numa equipa principal” disse o membro da administração benfiquista. Luisão referiu da sua parte que a tecnologia dos dias de hoje permite aos jogadores prolongar a sua carreira durante mais tempo, usando-se a si mesmo como exemplo.

Na sala de conferências de imprensa reservada aos media, Christopher Leacock (um dos Major Lazer) e Oleg Stavsky apresentaram uma aplicação, a Endel, que consiste na criação de som ambiente consoante vários fatores, como o batimento cardíaco, o estado de espírito e o local onde nos encontramos. Christopher Leacock é um investidor nesta aplicação, que confessa nunca ter utilizado. Oleg afirma que, num mundo tão ruidoso, às vezes temos dificuldades de concentração, algo que a Endel quer colmatar.

“What are the biggest challenges facing leaders today?” foi mais uma palestra que decorreu no palco CentreStage. André Villas-Boas, antigo treinador do FC Porto, Zenit, Chelsea e Tottenham, esteve em palco à conversa com Teddy Scleifer, jornalista da Recode, onde revelou o fim do seu “ano sabático” enquanto treinador, prometendo voltar ao banco entre fevereiro e junho de 2019.

Também com ele estiveram Ralf Reichert, CEO e co-fundador da Eletronic Sports League e ainda Christina Miller, Diretora de conteúdos do Cartoon Network, Boomerang e Adult Swim. O crescimento exponencial da cultura gaming foi um dos temas também abordados, bem como a importância em afirmar-se como “outro desporto qualquer como futebol ou basquete”, nas palavras do próprio Ralf Reichert. Christina Miller falou ainda que tanto um CEO, como um diretor de conteúdos, como um treinador de futebol, devem conhecer o seu “público”, e que esse deve ser o foco em qualquer tipo de cargo que pressuponha liderança.

Já na FIL, no palco mais distante, PandaConf, “Quem tem medo de uma excelente publicidade?“, por Marcelo Pascoa, da Burger King, numa das conferências mais divertidas do dia. Mostrou vários exemplos de publicidades feitas pela empresa, dando sempre conselhos de como os anúncios deviam meter medo pelas suas grandes dimensões e impacto na sociedade e de como se deve arriscar e quebrar algumas regras para que um anúncio seja poderoso.

Christopher Wylie no CentreStage à conversa com Krishnan Guru Murthy do Channel 4 era uma das conferências mais aguardadas do dia de hoje. Conhecido por ser ex-diretor da Cambridge Analytica, que denunciou a utilização de 80 milhões de contas do Facebook para a eleição de Donald Trump, Wylie falou de tudo o que se passou na empresa quando lá trabalhava, revoltado por não haver uma regulamentação que proteja os utilizadores e lhes dê a privacidade devida.

Para fechar em grande o segundo dia da maior cimeira tecnológica do mundo, foi entregue a Jorge Mendes, empresário futebolístico, o prémio Web Summit Innovation in Sports Award. Na cerimónia estiveram presentes Nico Rosberg, campeão do mundo de Fórmula 1 de quem Jorge Mendes recebeu o prémio e ainda Mike Massimino. Mike Massimino é um ex-astronauta norte-americano e entrevistou o empresário português durante uns curtos 10 minutos onde coube um agradecimento à família, amigos, a todos os jogadores pela Gestifute agenciados e ao seu pai, já falecido.

Amanhã a grande cimeira de tecnologia continua, sempre com a presença do teu jornal. Já sabes, fica atento para não perderes nada da Web Summit 2018.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Escrito por: Daniela Carvalho e Bruno André

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s