5ª edição Comic Con Portugal – Dia 7

O segundo dia de Comic Con, evento que reúne os fãs de cinema, banda-desenhada, videojogos e séries de televisão, contou com muitas novidades no que toca ao Gaming. Foi ontem, dia 7, apresentado o novo jogo exclusivo para a Playstation 4, Marvel’s Spiderman. Nesta zona do recinto encontra-se uma barraca alusiva ao jogo que os visitantes da Comic Con poderão jogar até dia 9 de setembro.

d60b6d70-c812-46c6-87ac-3894103d41a1.jpg

Para além do jogo sobre o aracnídeo mais conhecido do mundo, Hitman II foi também apresentado ontem com um formato semelhante. Uma barraquinha onde os fãs do jogo se podiam entreter durante largas horas enquanto não o podem adquirir, mais precisamente, até ao dia 13 de novembro.

A Nintendo, marca asiática de consolas de jogos, tem para si reservado um espaço da Comic Con, no mínimo interessante. Já conhece a Nintendo Labo? Pois bem, o Desacordo foi investigar e descobriu que a marca avançou com um Kit DIY (Do It Yourself), em que os que o adquirem, podem construir os seus próprios jogos e brinquedos, jogáveis na consola Nintendo Switch, a partir de… pedaços de cartão! Exatamente, a vertente ambiental da Nintendo veio ao de cima, embora a iniciativa tenho tido mais sucesso no Japão do que no Ocidente.

Tudo o que é necessário vem dentro do Kit, as peças de cartão são desdobráveis, e o Kit contém também as intruções passo-a-passo para construir um piano, uma cana de pesca, um volante, entre outras várias coisas, que depois se aliam a jogos específicos da Nintendo Switch, tudo a partir de cartão reciclado.

A Realidade Virtual (RV) também teve em bastante destaque no segundo dia da 5ª edição da Comic Con Portugal. A Omen, marca de Gaming da HP, levou a cabo uma iniciativa que cruzava a tecnologia de ponta com a tecnologia mais antiga, num espaço que reunia os melhores jogos da atualidade que pressupõem o uso da RV, bem como jogos retro como Street Fighter e Pac-Man e consolas como a Atari 2600 e a Mega Drive.

vr.jpg

Omen esteve também presente numa das maiores arenas do recinto, a organizar um torneio livre de PlayerUnknown’s Battlegrounds (PUBG) numa parceria com a PCDiga, que disponibilizou o material necessário para as equipas que se inscreveram.

pubg.jpg

Houve ainda uma novidade no que toca ao jogo Counter Strike: Global Offensive (CS:GO). Sairá desta edição da Comic Con uma das qualificadas para o E-Sports World Championship, que se vai realizar no Taiwan entre os dias 9 e 11 de novembro deste ano. Ontem realizou-se uma das meias-finais, da qual saiu vencedora a equipa espanhola (curiosamente, composta por cinco portugueses como Fox e Mutiris) Vodafone Giants Gaming. Amanhã realizar-se-à a segunda meia-final que irá opor os GTZ Bulls aos MadMonkeyz.

Ainda no panorama dos videojogos, coube à Federação Portuguesa de Futebol organizar um torneio livre de FIFA 18. Para tal, o ator Duarte Gomes e o cantor Djodje foram os convidados para a demonstração, bem como um dos 3 melhores jogadores de FIFA de Portugal, José “RunRun” Soares. O Desacordo teve ainda oportunidade de falar com o e-athlete e recolher algumas impressões do evento.

Perguntámos-lhe sobre o crescimento dos e-sports e do FIFA, principalmente em Portugal, e se havia algum entrave à continuação desse crescimento, ao que RunRun nos respondeu que grande parte das divergências e entraves normalmente são entre as empresas ou as marcas, bem como os clubes que, por vezes, por “mesquinhices”, decidem “não contratar X jogador”.

Nos benefícios de ser um e-athlete, RunRun falou da destreza e do tempo de reação que ganhou ao longo do tempo e da capacidade de raciocinar rapidamente e de maneira eficaz em simultâneo, ainda que reconhecendo que um dos grandes males de ser e-athlete prende-se ainda muito com a discriminação. Queixou-se ainda da leviandade e superficialidade que por vezes associam erradamente ao seu trabalho.

Houve ainda tempo também para uma palavra de apreço pela maneira como a Comic Con conseguiu trazer o melhor do Gaming, “vimos o grande Fox aqui na Comic Con” disse RunRun, entusiasmado, apesar de nos revelar que gostaria de participar num torneio oficial de FIFA aqui na Comic Con, respeitando, no entanto, a decisão da organização, visto que, cito “estamos a dois dias do FIFA 19, não fazia qualquer sentido organizar um torneio de FIFA 18”.

f64a6dfa-f047-49dc-8f87-b55931879bfc.jpg

Gaming ocupou grande parte do segundo dia da Comic Con, mas ainda que de maneira subtil, existiu um painel chamado Anamorphosis, que contou com os diretores de um filme homónimo a estrear dia 8 de novembro. O filme passa-se na América, porém, é filmado em Portugal, o diretor técnico é o mesmo do Harry Potter e a arquitetura antiga da cidade de Coimbra é perceptível ao longo do filme. Os direitos já foram comprados por distribuidoras americanas, chinesas, índias, francesas e russas.

Continua atento ao Jornal desacordo para não perderes todas as novidades de Gaming, séries televisivas, banda-desenhada e cinema que vão surgir na 5ª edição da Comic Con Portugal.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s