Cidades inteligentes em discussão no ISCSP

Resultado de imagem para smart cities

No passado dia 11 de abril, realizou-se no ISCSP uma conferência intitulada “Soluções de Inovação Tecnológica e Social em Smart Cities”, organizada pelo Núcleo de Estudantes de Administração Pública e Políticas do Território.

A conferência contou com a participação do engenheiro Vítor Lopes, licenciado em Engenharia Electrotécnica pelo Instituto Superior Técnico da Universidade de Lisboa, que considerou importantíssimo a parceria entre as universidades e a indústria. Durante o evento foi discutida a evolução das cidades e tecnologias ao longo das décadas, tal como a utilização de drones no nosso quotidiano, esta que é uma prática cada vez mais comum.

No último ano, Portugal evoluiu muito no campo das Smart Cities e está a conseguir dinamizar um cluster virado para as cidades inteligentes que tem grande potencial de internacionalização. As cidades inteligentes têm exigências que ultrapassam a eficiência, a mobilidade e a sustentabilidade, ou mesmo as plataformas digitais. Quem está no centro são as pessoas e a tecnologia é acessória para resolver os problemas, embora seja uma base essencial na maioria das soluções.

As parcerias estabelecidas entre as cidades e a indústria são essenciais para o desenvolvimento das soluções que estão a mudar as cidades em Portugal. No caso de Lisboa, existem vários exemplos da forma como a cidade está a aplicar as suas soluções “smart”, desde a rede de bicicletas partilhadas que já tem mais de 50 mil assinantes ativos, e que diariamente conta, em média, com 1.500 utilizadores, mais de mil dos quais em hora de ponta.

Durante a conferência, foram também discutidos vários tópicos neste sentido, tais como: soluções e informações nas smart cities, orçamentos, evolução e uso de drones no espaço aéreo, participação civil e mobilidade.

Cascais trouxe a Lisboa toda uma plataforma de mobilidade, que vai desde as bicicletas ao comboio (e, no futuro, ao metropolitano de Lisboa). Estas plataformas de partilha de bicicletas e de carros constituem pacotes intermodais que permitem unir vários modos de transporte para as deslocações diárias, e são as apostas do futuro.

Viseu apresentou recentemente um serviço de autocarros elétricos autónomos, que dominou de Viriato, em homenagem a um dos líderes da tribo lusitana que confrontou os romanos na Península Ibérica. Deverá começar a funcionar no início de 2019 e estará disponível 24 horas por dia. É silencioso, autónomo, não poluente e vai permitir uma poupança anual de 80.000 euros em relação à solução atual, o funicular. Este será o primeiro transporte público não tripulado do país. Com o Viriato, Viseu vai alargar a rede de transportes e diminuir a pegada ecológica, assim como reduzir os custos suportados pelo Município.

viriato_770x433_acf_cropped

Lisboa trouxe a Gira. Um serviço partilhado de bicicletas elétricas e tradicionais que permitem fazer a ligação entre as estações de comboio ou metro, e o destino final dos lisboetas. A rede está a aumentar e faz parte das medidas para fazer da capital uma cidade para o futuro.

Da mesma forma, muitas cidades estão hoje a desenvolver aplicações que podem ser usadas pelos munícipes. Como por exemplo, alertar a autarquia de problemas da via pública, tais como buracos na estrada, lixo por recolher ou árvores a precisar de manutenção, e estes são apenas alguns dos casos que podem ser reportados. O cidadão tem acesso ao andamento do processo, sabendo quando é que a autarquia recebe efetivamente a informação, quando a está a resolver e quando ficou resolvida.

Estes são só alguns exemplos de um vasto conjunto de ideias e projetos em desenvolvimento nas cidades portuguesas. Dentro delas, pequenas e grandes empresas, universidades e politécnicos, desenvolvem outros projetos que apresentam alternativas não apenas à forma como os autarcas gerem as cidades, mas também à forma como os cidadãos se relacionam com os territórios.

IMG-20180411-WA0004

Escrito por: Pedro Santos e Inês Machado

Editado por: Inês Queiroz

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s