O campeão é o 16º: não são só os canais generalistas que passam novelas

A jornada 29 abriu na sexta-feira, com o incontornável rótulo da ronda que antevia o Clássico na Luz, entre o primeiro e o segundo classificados da Liga.

Ainda assim, à semelhança do que tinha acontecido na semana passada, houve um interveniente fora das quatro linhas que conseguiu roubar as atenções àqueles que realmente a merecem quando o tema é o Desporto Rei. Falamos, obviamente, do Presidente do Sporting CP. No entanto, este espaço tem como objetivo falar de futebol e, como tal, não iremos dar protagonismo a esse tema.

Soccer: Sporting vs Pacos de Ferreira

Miguel A. Lopes/LUSA

Antes de passarmos à análise dos jogos, aqui fica o principal a reter da 29ª jornada.

Equipa da Jornada: Moreirense. Os Cónegos venceram, de forma algo surpreendente, o Boavista e distanciaram-se da zona de despromoção, somando a terceira vitória consecutiva em casa, marca que não alcançavam desde a época 2014/15. Destaque ainda para Feirense e Estoril, que conseguiram empates caseiros, mas acabam por não ter grande significado, uma vez que se mantêm nos dois últimos lugares.

Equipa desilusão: Boavista. Os Axadrezados perderam em Moreira de Cónegos e somam a sexta derrota consecutiva fora de casa. A turma de Jorge Simão vê assim as competições europeias a uma distância praticamente inalcançável (6 pontos do 5º lugar).

Jogador da Jornada: Raúl Jimenez. Com a lesão de Jonas durante o aquecimento, o número 9 Encarnado saltou para o onze inicial e tinha a difícil tarefa de substituir o melhor marcador da Liga. E conseguiu. Marcou os dois golos do Benfica no Bonfim e deu a vitória que permitiu à sua equipa continuar na cabeceira do campeonato. Nota ainda para Lucas Evangelista, que depois de várias jornadas com exibições pouco conseguidas voltou a espalhar magia no meio campo Canarinho, marcando ainda o golo que deu o empate caseiro ao Estoril.

Jogador desilusão: David Simão. Noite muito desinspirada do médio de 27 anos, que somou faltas desnecessárias (chegou mesmo a ver o amarelo) e falhou ainda a grande penalidade que podia ter colocado o Boavista em vantagem no jogo.

Figura da Jornada: Jorge Jesus. O treinador do Sporting foi imune ao clima tenso de Alvalade e conduziu a sua equipa à vitória, na flash interview depois do jogo ainda defendeu os seus jogadores e acabou por ser a figura mais sóbria dos Leões, o que acaba por ser surpreendente, dado o seu historial. Rui Correia, defesa central do Paços de Ferreira, acabou por figurar um dos momentos que marcaram a jornada, calçando as luvas e assumindo a baliza dos Castores nos últimos minutos da partida, após a lesão do guarda-redes Mário Felgueiras quando João Henriques já tinha esgotado as substituições.

Miguel Pereira:Global Imagens

Miguel Pereira/Global Imagens

Na sexta-feira, o primeiro encontro da ronda foi entre Vitória SC e Rio Ave. Os homens da Cidade Berço conseguiram levar a melhor sobre os Vilacondenses, vencendo de forma algo inesperada por 3-0, num jogo em que os visitantes não pareceram muito motivados para correr atrás da vitória. Os três golos dos Conquistadores foram marcados durante a primeira parte, sendo que depois do descanso a turma de Miguel Cardoso não foi capaz de dar resposta, permitindo que o resultado se mantivesse inalterado até ao final.

No sábado, quatro jogos que não pareciam muito complicados acabaram por o ser.

O Estoril recebeu o Marítimo. Para os Canarinhos, a vitória significava a saída do último lugar, para os Insulares o ataque ao lugar europeu, devido à derrota do Rio Ave. O jogo começou com a formação da casa por cima (e assim foi durante a maior parte do jogo), com o golo a surgir de penálti, convertido por Lucas Evangelista. Os Leões da Madeira acabaram por empatar já na segunda parte, com golo de Joel, aguentando o resultado até ao final, parecendo satisfeitos em sair da Amoreira com um ponto. Nos minutos finais ainda houve emoção, com o Estoril a ir com tudo para o golo e um novo penálti a ser assinalado pelo arbitro mas, após consulta do VAR, alterado para um livre à entrada da área, que acabou travado na barreira. Empate a uma bola que deixa os homens da Linha ainda na última posição e coloca o Marítimo em igualdade pontual com o Rio Ave no 5º lugar.

No Estádio João Cardoso, Tondela e Portimonense travaram um duelo aceso, em que os Algarvios se colocaram em vantagem no marcador aos 20 minutos, mas os Beirões deram a volta ainda antes do intervalo para 2-1, com dois golos assistidos por Miguel Cardoso. Já no segundo tempo, Wellington Carvalho empatou o jogo e fixou o resultado em 2-2, que agrada às duas equipas, continuando assim na segurança do meio da tabela.

Em Santa Maria da Feira, o Sporting de Braga visitou o Feirense, numa deslocação que se antecipava fácil para o Guerreiros, que chegavam moralizados da vitória caseira sobre o Sporting, mas os Fogaceiros ainda tinham uma palavra a dizer. O Braga abriu o ativo no final da primeira meia hora de jogo por intermédio de Paulinho e foi para o descanso na frente, que deixava a ideia de que iria controlar o jogo nos segundos 45 minutos, no entanto, aos 15’ da segunda parte, Luís Machado marcou um “golaço” que empatou o jogo. A 8 minutos do fim, Dyego Sousa (que tinha entrado há pouco) colocou novamente os forasteiros em vantagem, arrepiando o Estádio Marcolino de Castro, mas já nos descontos Briseño fechou o marcador fazendo o empate. Empate a dois que viu os homens do Minho a não aproveitar a tensão vivida nos seus rivais de Alvalade para fazer o assalto ao terceiro lugar e manteve a distância no fundo da tabela, com o Feirense a imitar o Estoril.

Para terminar os jogos de sábado, o Benfica foi à terra de Bocage defrontar o Vitória FC, jogo que começou mal para os Encarnados, que viram Costinha marcar logo aos 3 minutos e colocar a equipa da casa em vantagem. Jonas ficou fora das quatro linhas por se ter ressentido de uma lesão na lombar durante o aquecimento, sendo Raúl Jimenez o escolhido para a missão de tomar as rédeas do ataque das Águias. E foi mesmo isso que fez o mexicano. Aos 28 minutos fez o empate e, já em tempo de descontos, converteu o penálti que deu os três pontos ao conjunto da Luz. O Vitória de Setúbal, apesar da derrota, continua relativamente tranquilo, a 4 pontos da linha de água; já o Benfica assegura que vai para o Clássico na cabeceira do campeonato e teve Jimenez a bisar pela primeira vez no campeonato, sendo que só em mais uma ocasião o tinha feito, frente ao Astana (2-2) na Liga dos Campeões.

No domingo não houve surpresas.

O Chaves recebeu o Belenenses e as duas equipas empataram a uma bola. Os Pastéis abriram o marcador já na segunda parte por Fredy, aos 62 minutos, e passado 4 minutos William empatou para os Transmontanos. Mais duas equipas que continuam tranquilas no meio da tabela, sendo que o Chaves ainda sonhou com a Europa, mas nesta altura já parece difícil.

O FC Porto recebeu e bateu facilmente o Desportivo das Aves. Os golos, logo a abrir, de Alex Telles (penálti aos 8 minutos) e Otávio (com alguma felicidade aos 11’) deram o controlo fácil do jogo aos Dragões em véspera de Clássico, que mantêm a distância de um ponto para o Benfica. Já o Aves, sofre uma já esperada derrota que coloca mais pressão no próximo jogo (decisivo) frente ao Feirense.

Em Alvalade, o Sporting tinha um jogo que se esperava mais difícil do que foi, não pelo adversário, mas pelo momento vivido dentro do clube. O Paços de Ferreira vinha de um bom momento, com três jogos sem sentir o sabor da derrota, mas não foi capaz de aproveitar aquilo que encontrou em casa do adversário. Antes do jogo começar houve tudo um pouco: palmas para a equipa, palmas (ainda que muito poucas) para o Presidente, assobios e mensagens de desagrado para a equipa, lenços brancos e insultos para o Presidente. Foi uma autêntica novela que em nada esteve relacionada com o futebol, até porque esse teve pouca história: aos 20 minutos, Bas Dost fez o primeiro e aos 65 Bryan Ruiz fez o segundo, dando uma vitória fácil ao Sporting. Os festejos do segundo golo ainda ficaram marcados pela solidão de Bruno de Carvalho no banco de suplentes da equipa da casa quando toda a gente foi celebrar. No final, Mário Felgueiras lesionou-se na sequência de uma oportunidade de golo de Bas Dost e teve de sair de campo quando o seu treinador já tinha feito as três alterações possíveis na equipa e, como tal, um jogador “de campo” teve de ir para a baliza, sendo o eleito Rui Correia (que não chegou a mostrar trabalho). Derrota dos Castores, que ainda assim se mantêm relativamente seguros a 4 pontos do penúltimo; a equipa de Jorge Jesus consegue alguma distância para o Braga e vê mais assegurado o terceiro lugar.

ojogo.pt

Fonte: ojogo.pt

A 29ª jornada fechou em Moreira de Cónegos. O Moreirense vinha de duas vitórias em casa e o Boavista de cinco derrotas fora, no entanto, as posições opostas na tabela não pintavam uma noite muito feliz para os Cónegos.

A qualidade do futebol que se viu foi medíocre. O Boavista dominou a primeira parte, mas o que ficou para anotar foram três cartões amarelos e um penálti (por David Simão) falhado para os Achadrezados. Na segunda parte o Moreirense entrou melhor e passados 7 minutos Neto atirou um foguete de fora de área que só foi parado pelas redes de Vagner, fazendo assim o 1-0 que se verificou até ao final. Partida com muito pouco para contar, em que o que fica para a história é o resultado e o facto de a formação de Petit conseguir 3 preciosos pontos que vão ser cruciais na luta pela manutenção. O Boavista, à semelhança do Chaves, vê o possível lugar europeu a 6 pontos.

Screen Shot 2018-04-10 at 17.30.24

Fonte: sofascore.com

Assim, o campeão da Jornada 29 é o Desportivo das Aves. Mais uma vez a equipa que consegue o 16º posto foi uma das que obteve um resultado negativo, mas o futebol é mesmo isso.

A Jornada 30 promete alterações na tabela, com vários jogos decisivos para as contas do campeonato e em que certamente veremos equipas e jogadores a terem grande destaque e outros… a desiludir.

Este artigo de opinião é da pura responsabilidade do autor, não representando as posições do desacordo ou dos seus afiliados. 

Escrito por: Pedro Alves

Editado por: Daniela Carvalho

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s