Daniel Oliveira fala “Sobre o Amor”

Foi na passada terça-feira, 21 de Novembro, pelas 18h30, que o escritor e apresentador Daniel Oliveira apresentou o seu mais recente romance “Sobre o Amor”.

Daniel Oliveira tem 36 anos, completando no presente ano (2017) 20 anos de carreira. De entre os vários trabalhos que realizou, destaca-se o programa de entrevistas “Alta Definição”, que iniciou em 2009 e que conta já com 400 entrevistas. No que diz respeito à escrita, Daniel Oliveira já publicou 10 livros. “Sobre o Amor” é o seu terceiro romance, sucedendo a “A Persistência da Memória” (2013) e “A Fórmula da Saudade” (2014).

A apresentação do livro decorreu na Cinemateca Portuguesa, em Lisboa. O autor afirmou que uma das razões da escolha do local foi o facto de uma das personagens da história estar bastante ligada à “7ªarte”.

Para apresentar o seu mais recente romance, Daniel Oliveira contou com a atriz Fernanda Serrano, que introduziu o lançamento do livro com uma breve abordagem à história que o constitui. Quando chegou a vez do próprio abordar o tema, este falou sobre as várias formas de ver e sentir o amor. Agradeceu aos seus e a todos aqueles que o acompanham, tanto espectadores do programa “Alta Definição” como leitores dos seus anteriores livros.

O evento contou com a presença de caras bem conhecidas do público português, das mais diversas áreas. De entre elas estão a sua esposa Andreia Rodrigues, os Anjos, Carolina Patrocínio, Conceição Lino e Nuno Gomes. Após o discurso, Daniel Oliveira procedeu a um momento de contacto com o público, autografando livros e trocando palavras, sorrisos e fotografias com os que até ali se deslocaram para assistir.

“As palavras pouco dizem. Nós não sentimos com palavras. Quando nascemos, sentimos sem elas. São somente tentativas de justificar o insondável mistério que corre dentro de nós. Uma dor de cabeça não é uma dor de cabeça, mas apenas a forma que encontrámos de o dizer. Um parentesco não é pela definição que se valida, assim como não o será uma intenção. O amor tão-pouco são quatro letras alinhadas como supomos que o amor possa ser. E eu também não sou isto. Sou apenas a forma de me dizer.”
In “Sobre o Amor” – Daniel Oliveira

Escrito por: Catarina Cascabulho

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s