Afinal o que é o Lusitano de Évora?

Esta semana, pela primeira vez em décadas, o Lusitano Ginásio Clube (ou, simplesmente, Lusitano de Évora) figurou na capa de todos os jornais desportivos em Portugal. Em causa, o jogo com o FC Porto a contar para a Taça de Portugal.

13b2cc_ddd1d031dded400282d04975d20b92d8-mv2
O que tinha tudo para ser uma festa como há muito não se vê em Évora, foi vetado pela Federação Portuguesa de Futebol. A FPF afirmou que o Campo Estrela (casa do LGC) não tinha condições para receber o Futebol Clube do Porto devido a ser um jogo de “alto risco”.

Para além disso, afirmou que nenhum campo no Alentejo tinha condições. Solução? Jogar no Restelo ou no Bonfim. Quem não conhece a realidade eborense vê esta decisão como natural e pacífica, até porque o Olhanense também jogou em casa emprestada contra o SL Benfica. Mas existe uma grande diferença… Qual? Muito simples. O Estádio do Algarve situa-se a 18,1 Km do Estádio José Arcanjo (casa original do Olhanense), enquanto o Estádio do Restelo, situa-se a a 146 km do Campo Estrela (casa do Lusitano)! Se a esmagadora maioria dos adeptos do Olhanense se consegue deslocar, o mesmo não se pode dizer dos adeptos eborenses, até porque o jogo ficou marcado para sexta-feira, dia de trabalho, devido a compromissos do Porto para a Liga dos Campeões.

13b2cc_bec35123eb5e4657b26a0c67d07759c0-mv2

Estado do Relvado do Campo Estrela

Posto isto, mas afinal o que é o Lusitano? Do Alentejo para cima e para baixo nada, talvez. Mas para os Alentejanos, o Lusitano representa bastante. Representa a época em que o Alentejo convivia entre os grandes. Durante 16 anos o Lusitano coabitou com Benfica, Sporting, e Porto, tendo no Campo Estrela uma fortaleza que poucos ultrapassavam (em Évora ainda hoje se fala de quando o Lusitano bateu o pé aos grandes em casa, alcançado um incrível 5º lugar e as meias finais da taça), sempre completamente cheio de adeptos que viviam e respiravam o verde e branco do Lusitano. Hoje os jovens em Évora são do Benfica, do Sporting e até do FC Porto… Antigamente ou eram do Lusitano ou do Juventude. Claro que existiam sempre preferências entre os grandes, mas as voltas no estômago davam-se era com os clubes da Terra.

SCAN0006 (1)

Jogo entre Lusitano e Juventude, com as bancadas sobrelotadas

Quando o Juventude e o Lusitano se encontravam, Évora parava. Por toda a cidade se acreditava que o Derby dos Derbys não era o de Alvalade ou o da Luz, mas sim o do Campo Estrela ou o do Estádio Sanches de Miranda (casa do Juventude). Hoje vivem-se dias diferentes. Tanto o Lusitano como o Juventude, encontram-se afundados na Distrital e só quando se encontram é que os Eborenses têm um cheirinho do antigamente.

Depois do sorteio, em Évora, gritou-se de alegria, porque os velhos tempos estavam de volta ao velhinho Estrela que tantas saudades já tem de sentir uma plateia de 2500 em vez de 250, mas a Federação não deixou…

13b2cc_cac7988aa489422ea3fcbc2458a1efe6-mv2

Os fiéis adeptos eborenses

Obrigado Lusitano, por, apesar de tudo, continuares a elevar o nome de Évora em Portugal!

Este artigo de opinião é da pura responsabilidade do autor, não representando as posições do desacordo ou dos seus afiliados.

Escrito por: André Silva

Editado por: Adriana Pedro

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s