O mercado mexe, e não é pouco!

Provavelmente, nunca pensaríamos ver um defeso tão bom como o da época 2016/2017, depois das transferências de Zlatan Ibrahimović, Pogba, David Luiz, Evra ou até João Mário e Renato Sanches. No entanto, a presente época parece presentear-nos, mais uma vez, com um dos melhores mercados de transferência de sempre, não só pelos milhões envolvidos, mas também pela valência dos craques (até agora) contratados pelos grandes clubes europeus. O desacordo faz uma análise ao defeso de 2017/2018.




Manchester City


Orientado por Pep Guardiola pela segunda época consecutiva, após ter arrecadado o 3º lugar na Premier League do ano passado, o City aplicou-se bastante neste defeso, tendo sido, até agora, um dos clubes que mais dinheiro gastou em reforços, nomeadamente na zona defensiva da equipa.

Do conhecimento geral está Ederson, antigo guarda-redes do Benfica, que foi contratado por 40M€, tornando-se o segundo guarda-redes mais caro de sempre, apenas ultrapassado por Gianluigi Buffon, aquando da sua transferência do Parma para a Juventus, num negócio que rondou os 50M€. O guardião brasileiro já faz furor na pré-época, realizando grandes exibições contra o Real Madrid, Tottenham (jogo em que fez um passe de mais de 60 metros que isolou Agüero) e Manchester United, provocando uma reação de espanto da parte de Guardiola.

Também Kyle Walker foi contratado para os citizens. Considerado o melhor lateral-direito da Premier League, tem provocado arrancadas rapidíssimas nos jogos que tem disputado na International Champions Cup, nos EUA. O negócio entre City e Tottenham foi oficializado nos 51M€.

Espaço havia ainda para mais dois laterais-direitos de renome: Danilo, do Real Madrid e Benjamin Mendy, campeão francês pelo Mónaco. O primeiro custou cerca de 35M€, e o segundo nada mais que 57M€. Do Mónaco saiu também com bilhete para Manchester o prodígio português Bernardo Silva, em mais um negócio que rendeu 50M€ ao Mónaco. No entanto, só agora chegou Bernardo Silva ao estágio de verão do Manchester City, pois estava a aproveitar o seu período de férias. 

Manchester United

Depois das contratações de Pogba, Mikhtaryan, Ibrahimović e Bailly, Mourinho ainda não achava que o plantel estava fechado. Vítima de lesão extremamente grave, Ibrahimović ficou fora das contas do United e “obrigou” os dirigentes dos red devils a procurarem um novo número 9. A escolha recaíu no segundo melhor marcador da Premier League 2016/2017, Romelu Lukaku, contratado ao Everton por cerca de 85M€, e que já dá garantias de goleador.

Provavelmente a contratação mais recente de grande renome foi Matić, contratado ao Chelsea por 45M€. Nemanja Matić, que já foi jogador do Benfica, é conhecido por ser um monstro no meio-campo e, num meio campo composto por Pogba, Ander Herrera, Mikhtaryan e ainda Fellaini, prevê-se concorrência agressiva para Nemanja Matić. Já há muito que Mourinho procura um central para o Manchester United, e este ano escolheu Victor Lindelöf do Benfica para provar a sua qualidade em terras de sua majestade ao serviço dos Red Devils, num negócio que permitiu ao Benfica encaixar 35M€. Nota também para a saída de Wayne Rooney, uma das grandes figuras do clube, para o Everton, clube que o lançou no futebol inglês. 

Chelsea



Ainda na Premier League, o campeão Chelsea também gastou algum dinheiro, mas em apenas três reforços. O primeiro, Álvaro Morata, chegou para prevenir uma eventual saída de Diego Costa, pelo valor de 65M€, pagos ao Real Madrid. O ponta espanhol tem qualidade para jogar em qualquer clube do mundo, mas parece ter dificuldades na adaptação ao estilo do Chelsea de Conte, não tendo ainda algum destaque nos jogos já disputados.

Para a zona central do terreno, o Chelsea foi buscar ao Mónaco Tiemoué Bakayoko, por cerca de 40M€. O trinco é considerado uma “besta” no meio campo, em que nada (nem ninguém!) passa por ele, muito por causa dos seus 184cm. No entanto, está em recuperação após uma cirurgia ao joelho depois de uma lesão. Antonio Rüdiger também foi contratado à Roma por 35M€. O defesa-central alemão vai lutar pelo lugar num sistema de 3 centrais com David Luiz, Zouma e Cahill. 

AC Milan

O Milan parece estar de volta. Ou pelo menos, parece querer voltar. O clube milanesês reforçou-se até agora com grandes nomes do futebol mundial. Um dos primeiros reforços do clube lendário foi o ponta-de-lança prodigioso português, André Silva, que na época passada atuou ao serviço do Futebol Clube do Porto, num negócio compreendido nos 38M€. André Silva é uma das várias promessas portuguesas e procurará levar o seu estilo matador para Itália.

Outra contratação foi uma lenda do futebol italiano, o defesa-central Leonardo Bonucci, contratado ao Hexacampeão da Serie A, Juventus. O negócio foi acordado em 42M€. Mas o Milan não ficou por aqui: procurou mais um central e encontrou Mateo Musacchio, que na época passada deu bastante nas vistas ao serviço do Villareal, clube que recebeu 18M€ por esta contratação.

Ainda na defesa, o lateral suíço Ricardo Rodríguez foi contratado ao Wolfsburg, também por 18M€, e é conhecido pelas suas corridas em alta velocidade no corredor e remates fortíssimos. Lucas Biglia, da Lazio, também rumou ao Giuseppe Meazza pelo valor de 17M€, bem como Hakan Calhanoglu, por 22M€. O craque turco atuava no Bayer Leverkusen e já há muitos anos que se expectava a saída do clube alemão, visto que o jogador sempre apresentou qualidade suficiente para jogar num colosso europeu. A jovem promessa italiana Andrea Conti também rumou ao Milan por 22M€. Por empréstimo ingressou também Fábio Borini, vindo do Sunderland.

Entre estas grandes contratações houve espaço para outras tantas, pontuais entre clubes europeus onde estão incluídas as transferências de Nélson Semedo para o Barcelona, de Douglas Costa para a Juventus, de James Rodríguez para o Bayern Munique, de Lacazette para o Arsenal, de Salah para o Liverpool e de Dani Ceballos para o Real Madrid. Ainda em fase de rumor, encontram-se Renato Sanches que parece ter interessados em Inglaterra, com Chelsea e Liverpool, e ainda Neymar, que ao que parece já tem acordo com o PSG. Por enquanto, cá estaremos para acompanhar todos os movimentos.

Escrito por: Bruno André

Editado por: Daniela Carvalho

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s