SAL 2017: Dia #4

O último dia da Semana Académica de Lisboa 2017  decorreu na passada noite, dia 20 de maio, em Algés, ao som de MGDRV, Regula, AGIR e Kura. A noite com mais afluência, a par de sexta-feira, prolongou-se até de manhã com a energia e o ambiente a ajudar para que assim fosse.

A celebração da música portuguesa começou com a Estudantina Universitária de Lisboa que entre “Contradanças” foram chamando à atenção do público para o último dia de concertos e diversão da SAL.

Seguiu-se o trio composto por Skillaz, Apache e Yo!Cliché, que juntos formam os MGDRV. Com uma forte presença e dinâmica de palco deram destaque ao longo da sua actuação,  ao mais recente trabalho, o álbum: Draive. Músicas como “Fazer Um Hit” e “Baile” abriram caminho para os já conhecidos “Salta Só” e “Tu Não Tens”.

De seguida subiu ao palco REGULA. O rapper abriu a actuação com o singleTarzan” e foi intervalando temas mais recentes com outros mais característicos, como “Casanova”, “Gana” e “Bar Aberto”. Ao longo do concerto, REGULA surpreendeu o público com a presença em palco de Sam the Kid e Dillaz, tendo cada um deles contribuído para os melhores momentos da noite.

AGIR, fazendo-se acompanhar da sua banda, entrou em palco da maneira que já habituou o seu público. Enérgico, mas sempre com atenção ao instrumento vocal. Os temas “Tempo é Dinheiro”, “Como Ela é Bela” e “Makeup” fizeram as delícias de um público atento e maioritariamente feminino. Os MGDRV voltaram ao palco para uma performance conjunta do tema “Maroto”.

Para terminar a noite, DJ Kura subiu ao palco com vontade de tocar para um público divertido. O Dj, que integra o Top 100 da DjMag, fez-se acompanhar de um à-vontade que lhe é característico e de uma setlist de luxo. Passando por temas de Chainsmokers, Calvin Harris e Swedish House Mafia. No final e depois de pressionado pelo público passou uma última música, que deu por terminada a SAL 2017.

Em entrevista ao desacordo, Kura destacou o gosto de tocar na SAL e também para os alunos do ISCSP, em particular. Recordou a Festa da Primavera 2016 onde actuou, evidenciando o espaço acolhedor e o excelente ambiente da festa. O artista contou também que projectos, colaborações e concertos fazem parte do seu futuro e deixou uma nota final declarando que é sempre bom “tocar em casa”.

O desacordo falou também com Sam The Kid acerca da actuação de REGULA. O artista evidenciou o concerto e a forma como REGULA conjugou os temas de sempre com os mais recentes. Estabeleceu uma relação entre vários artistas afirmando que os Xutos vão sempre tocar os temas da sua génese e que ele próprio nunca vai deixar de cantar Poetas de Karaoke. Isto para justificar a escolha de REGULA nos temas que levou a SAL.

Durante esta breve entrevista, fez também referência às músicas novas apresentadas no concerto, afirmando que estamos em novos tempos  e que o processo de fazer música e a qualidade da mesma supera a ideia do álbum, relembrando, assim, que as músicas lançadas por REGULA serão inseridas num álbum, posteriormente.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Escrito por: Guilherme Bento

Editado por: Filipe Lima

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s