Terceiro dia do Millennium Estoril Open

O terceiro dia do Millennium Estoril Open começou no Court Cascais, com um jogo de pares entre Sam Groth e Robert Lindstedt, 197º Ranking individual da ATP e 46º no Ranking de pares ATP, respetivamente, e os atletas colocados em 41º no Ranking de pares e 52º no Ranking individual, Michael Venus e Ryan Harrison. Estes últimos, dos Estados Unidos e Nova Zelândia, conquistaram a vitória em 3 sets, com os parciais de 6-3, 7-5 e 4-10.

Ainda no Court Cascais e também num jogo de pares, a dupla sul-americana composta pelo argentino Carlos Berlocq, número 64 no Ranking individual e pelo peruano Sergio Galdos, 89º no Ranking de pares, conseguiu ultrapassar em 2 sets, com os parciais de 6-0 e 7-6, a dupla composta pelo norte-americano Ernesto Escobero, 85º, e pelo brasileiro Fabrício Neis, 913º colocado no Ranking individual.

No Estádio Millennium, o primeiro jogo individual revelou-se uma das várias surpresas do dia. Tommy Robredo, cotado com o 287º lugar no Ranking da ATP, venceu em 2 sets, com os parciais de 6-3 e 6-2, o jogador russo Evgeny Donskoy, 95º classificado.

A estrear as participações nacionais no 3º dia da prova, Gastão Elias, 107º no Ranking, bateu, em 3 sets, o tenista da Tunísia Malek Jaziri, 68º classificado, com os parciais de 6-4, 3-6 e 6-3. Após a sua vitória, o atleta português admitiu, em conferência de imprensa, estar “muito feliz” com a sua presença na segunda ronda da prova. Confessou ainda que achou que tinha jogado “muito bem” e que foi “muito consistente”, tendo “muito poucas baixas de concentração”.

De regresso ao Court Cascais, vimos Salvatore Caruso, 206º classificado e uma das surpresas do segundo dia, a ceder perante o sul-africano Kevin Anderson, 66º colocado, em apenas 2 sets com os parciais de 6-2 e 6-3.

Para finalizar o dia tivemos, no Estádio Millennium, o jogo entre o português Frederico Ferreira Silva, 426º no Ranking da ATP e Denis Istomin, 74º classificado e o jogo de pares entre a dupla do britânico Kyle Edmund, 41º, e o português João Sousa, o português mais bem colocado no Ranking, em 36º lugar, e a dupla dos espanhóis Nicolas Almagro, 86º, e Guillermo Garcia-Lopez, 120º no Ranking. No jogo individual, vitória para Frederico Silva, num jogo que foi, sem dúvida, a maior surpresa do dia, dada a diferença no Ranking entre os dois jogadores. O tenista português venceu em 2 sets, com os parciais de 6-2 e 6-2. No jogo de pares, que encerrou o dia, a dupla espanhola acabou por levar a melhor, vencendo em 3 sets com parciais de 7-6, 6-7 e 11-13.

Para o dia de amanhã, destaque para a estreia do argentino Juan Martin del Potro, atleta mais bem cotado no Ranking da ATP em prova (33º) e também para os jogos dos portugueses João Domingues e Paulo Sousa. No que diz respeito aos jogos de pares, as atenções estão viradas para o jogo dos portugueses. Em prova, entrarão Felipe Cunha-Silva e Fred Gil e também Gastão Elias e Frederico Ferreira Silva.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s