Estudantes do Ensino Superior em protesto dia 23

O corte no Orçamento do Estado para as instituições de ensino superior fez com que grande parte destes estabelecimentos passassem a depender maioritariamente das propinas para se manterem ativas. Os estudantes marcaram o seu protesto para amanhã, dia 23 de março.

Segundo Nuno Mangas, presidente do Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Públicos, as propinas “são uma parte importante dos orçamentos”.

No que toca a este assunto, o BE e o PCP sugerem dois modelos de resolução que visam a eliminação progressiva das propinas no Ensino Superior, reforçando a importância de um aumento do apoio financeiro do Estado. No entanto, estas propostas foram chumbadas em Assembleia. Na perspetiva dos comunistas em relação a este tema, o Governo deveria seguir com um conjunto de medidas de reforço da ação social, ou seja, alargar a rede de residências e o número de alunos abrangidos pela bolsa de estudos.

Já os estudantes não baixam os braços e prometem lutar pelos seus direitos. Desta forma, estão agendadas para dia 23 de março, véspera do Dia do Estudante, várias manifestações tanto em Lisboa, como no Porto e em Coimbra. O foco da reivindicação recai na exigência de uma “propina zero”. Para além disto, pretendem reforçar a necessidade de um aumento do valor das bolsas de estudo, de uma maior oferta de residências universitárias ou, ainda, na diminuição no preço das cantinas.

Escrito por: Sofia Mendes

Editado por: Ricardo Marquês

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s