Bruno de Carvalho reeleito: mudança ou continuidade?

imgs620i191864t20170304223823

Bruno de Carvalho foi hoje, dia 5 de março, reeleito para o cargo de presidente do Sporting Clube de Portugal, com uma vitória esmagadora sobre Pedro Madeira Rodrigues, seu adversário nestas eleições. Naquelas que foram as eleições com maior afluência às urnas na história do Sporting, Bruno de Carvalho conseguiu mais de oitenta e seis por cento dos votos, o que demonstra que os sócios estão definitivamente do seu lado.

Sejamos francos: todos esperávamos que estas eleições fossem mais renhidas. Desde que foi eleito em 2013, Bruno de Carvalho nunca teve um apoio incondicional por parte dos adeptos do Sporting. daí a surpresa que esta vitória avassaladora causou. É certo que muita coisa no Sporting melhorou desde então. Bruno de Carvalho pegou num Sporting que iria acabar a época na sétima posição, a pior de sempre do clube, no entanto, colocou os leões a lutar pelo campeonato logo no ano seguinte, sob o comando de Leonardo Jardim. Foi o presidente que vendeu Slimani e João Mário, por valores que o Sporting nunca tinha recebido anteriormente por um atleta. Começou a sentar mais adeptos no Estádio de Alvalade em relação a anos anteriores. Fez uma jogada de mestre quando levou Jorge Jesus para o banco do Sporting, desviando o treinador do Benfica. Mas foi até hoje uma figura sempre muito polémica, colecionando momentos de qualidade ou necessidade questionáveis.

Presumo que qualquer presidente de um clube seja adepto do mesmo. Mas o facto de um indivíduo ter um cargo com essa importância, faz com que esse mesmo indivíduo tenha de ter uma certa postura. Bruno de Carvalho é um adepto do Sporting, que tem a bênção de se poder sentar no banco de suplentes. É efusivo, protesta com os árbitros, salta quando o Sporting faz um golo e grita pelos jogadores. É exatamente aquilo que eu faço sentado no sofá ou na bancada quando o meu clube está a jogar. Fala mal dos clubes rivais constantemente, tal como eu faço enquanto bebo café com amigos. Atenção, não quero com isto dizer que os presidentes do FC Porto ou do Benfica não o façam. Mas a frequência com o que fazem, não é de perto nem de longe a mesma. E por fim, é o presidente no discurso de vitória. Diz “Bardamerda para todos os que não são do Sporting”, tal como eu costumo dizer àquele amigo ferrenho, de um clube que não o meu, que todos nós temos e com quem não dá para discutir futebol.

Bruno de Carvalho precisa de ser mais sério neste novo mandato. Há uma necessidade urgente, nos próximos anos, de apresentar resultados e deixar de apresentar farpas semanais (ou diárias) aos rivais. Precisa de apresentar outra postura, precisa de se concentrar exclusivamente no clube que lidera. E tal como o seu presidente, Sporting também precisa de mudar. Mudar ainda mais, do que aquilo que Bruno de Carvalho já mudou em quatro anos. Uma Supertaça e uma Taça de Portugal não chegam.

No rescaldo das eleições, segui atentamente um canal que estava a acompanhar as mesmas, onde ouvi um dos comentadores do canal em questão dizer que o Sporting não ganha campeonatos simplesmente porque tem um orçamento menor em relação a outros clubes. No entanto, o Leicester, atual campeão inglês, por exemplo, não conquistou o campeonato por ter mais ou menos dinheiro que os outros clubes.

O Sporting é um clube com uma história enorme, não só no futebol, mas também nas mais variadas modalidades que o clube tem, ou já teve. Não pode continuar a desculpar-se com orçamentos ou árbitros ano após ano. Os cinco violinos não merecem isso. Vítor Damas, Manuel Fernandes ou Luís Figo não merecem isso. Os adeptos e os sócios não merecem isso. Só invertendo essa tendência, Bruno de Carvalho ficará na história do Sporting com motivos de orgulho colados ao seu nome. É essa a sua maior tarefa – e a mais complicada – para o segundo mandato. Até porque ninguém guarda na memória quem ficou em segundo lugar.

Este artigo de opinião é da pura responsabilidade do autor, não representando as posições do desacordo ou dos seus afiliados.

Escrito por: Pedro Almeida

Editado por: Rita Rogado

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s