ISCSPoiler – “Lion – A Longa Estrada para Casa”

“Lion”. Não é por qualquer motivo que o filme, realizado por Garth Davis, foi nomeado para seis Óscares (Melhor Filme, Melhor Ator Secundário [Dev Patel], Melhor Atriz Secundária [Nicole Kidman], Melhor Banda Sonora, Melhor Argumento Adaptado e Melhor Fotografia).

Conta a história real de um menino que, com cinco anos de idade, se perde do irmão numa estação de comboio. Ao entrar num comboio que ali estava parado, adormece, acordando quando este se encontra em movimento, parando apenas a mais de mil quilómetros de casa. Perdido e desamparado, Saroo tenta reencontrar o caminho de volta a casa, ultrapassando dificuldades que vão ocorrendo. Após dois meses, Saroo é adotado por uma família australiana, onde cria raízes e esquece todo o seu passado, lembrando-se, passado 25 anos, da cidade onde nasceu e da sua mãe biológica, bem como do seu irmão, Guddu.

A personagem principal é partilhada por Sunny Pawar e Dev Patel, que correspondem, respetivamente, a Saroo em criança e a Saroo em adulto. O pequeno Sunny Pawar consegue transmitir, através do ecrã, uma doçura e inocência que fazem com que nos apaixonemos pela personagem que ele representa, “puxando-nos” e levando-nos a sentir nervosismo e preocupação com a pobre criança indefesa. Já Dev Patel, consegue levar-nos a partilhar a dor e angústia que este sente.

Por ser baseado em factos reais, o sentimento que o filme transmite é muito mais intenso, conduzindo-nos a um estado de profunda compaixão, havendo até momentos que nos deixam de lágrima ao canto do olho. A banda sonora tão bem escolhida acompanha todas essas ocasiões mais fortes, o que contribui ainda mais para que nos sintamos quase como se estivéssemos a passar pelo mesmo que Saroo, nutrindo os mesmos sentimentos que este.

A fotografia é também outro aspeto do filme a que a Academia deu reconhecimento. O tom castanho presente na vista panorâmica das montanhas da Índia, contrasta com o verde das paisagens da Austrália, sendo, no entanto, ambas bonitas de se ver.

Apenas no final do filme percebemos o porquê do nome “Lion”, o que desperta no espectador um sentimento de realização e concretização, algo que só se percebe ao ver o filme.

Escrito por: Daniela Carvalho

Editado por: Isabel Vermelho

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s