Gary Vaynerchuk, um empreendedor sem filtros na Web Summit 2016

 

30259917403_d67cdb83cf_k

No passado dia 10 de novembro, naquele que foi o último dia da Web Summit, assisti a uma das melhores conferências de toda a minha vida. Gary Vaynerchuk, CEO e fundador da VaynerMedia, protagonizou um dos momentos mais marcantes e diria, até, que foi inesquecível.

Porquê inesquecível? Comecemos pelo carisma. Foi mais do que uma simples conferência. Foi a interação com o público, caracterizada pela informalidade do seu discurso, pelo uso constante de palavrões e pela transmissão de forma clara e direta de dois pontos, a seu ver importantíssimos, acerca do tema: estamos perante a melhor época para se estar vivo e para os empreendedores pararem de se queixar.

Através da forte interação com o público, Gary Vaynerchuk falou de conceitos como “Self-Awareness” (Auto conhecimento), do conceito de tempo, de como o marketing é uma mistura de matemática e arte, de que o telemóvel se tornou a nova televisão e a televisão se tornou a nova rádio. O CEO da VaynerMedia fez uso de tudo isto para explicar aos empreendedores e aos representantes das empresas StartUp que a mudança, a vantagem do uso dos telemóveis e tablets, por exemplo, está no documentar. Documentar o dia-a-dia de um empreendedor e de uma StartUp é a parte da solução para o sucesso.

30263279034_375abade07_k

Gary Vaynerchuk serviu-se de exemplos completamente “ridículos” (no melhor sentido da palavra), como “mais pessoas morreram no ano passado, nos EUA, porque um coco lhes caiu na cabeça, do que por causa do terrorismo” para passar a mensagem de que só os melhores podem ser bem sucedidos e, principalmente, que o medo não é uma opção. Não interessa se são homens, se são mulheres, se são aliens. Se eliminarmos o medo e formos verdadeiramente bons naquilo a que nos dedicamos, ninguém nos pode parar. Nem o Donald Trump, nem os russos, como exemplificou o empreendedor.

Foram poucas as pessoas, especialmente os empreendedores, que saíram da conferência sem vontade de mudar o seu negócio ou de mudar a sua vida. É certo que toda a gente se riu dos exemplos que Vaynerchuk dava. É certo que, em parte, foi por isso, pelas asneiras e pelo carisma que a sua conferência foi das mais marcantes de toda a Web Summit. Mas também é certo que todos compreendemos a mensagem que Gary Vaynerchuk quis passar.

30858869166_7f5da12e0a_k (no melhor sentido da palavra), como “mais pessoas morreram no ano passado, nos EUA, porque um coco lhes caiu na cabeça, do que por causa do terrorismo” para passar a mensagem de que só os melhores podem ser bem sucedidos e, principalmente, que o medo não é uma opção. Não interessa se são homens, se são mulheres, se são aliens. Se eliminarmos o medo e formos verdadeiramente bons naquilo a que nos dedicamos, ninguém nos pode parar. Nem o Donald Trump, nem os russos, como exemplificou o empreendedor.

Foram poucas as pessoas, especialmente os empreendedores, que saíram da conferência sem vontade de mudar o seu negócio ou de mudar a sua vida. É certo que toda a gente se riu dos exemplos que Vaynerchuk dava. É certo que, em parte, foi por isso, pelas asneiras e pelo carisma que a sua conferência foi das mais marcantes de toda a Web Summit. Mas também é certo que todos compreendemos a mensagem que Gary Vaynerchuk quis passar.

O presente artigo de opinião é da pura responsabilidade do autor, não representando as posições do desacordo ou dos seus afiliados.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s