A Estante – Amigas para sempre

jhg

O meu pai costuma oferecer-me livros. Sempre que passa em livrarias ou pequenas feiras de livros lembra-se de mim. Acerta sempre. E desta vez, não podia ter escolhido melhor. “Amigas para sempre”, de Kristin Hannah, é um daqueles livros que não conseguimos parar de ler, mas que ao mesmo tempo não queremos ler mais para não o acabar. Eu li-o nas férias de verão em 3 ou 4 dias.

O livro conta-nos a história de uma amizade de 30 anos entre duas amigas com vidas opostas, mas com algo em comum: a amizade uma da outra. Tully era alegre, popular e todas as raparigas desejavam ser como ela. Mas, na verdade, a sua vida não era fácil. Nunca conheceu o pai e a mãe consumia drogas, fazendo com que ela fosse viver com a avó.

A vida de Tully mudou quando conheceu Kate, uma rapariga inteligente, querida e, ao contrário de Tully, insegura. As amigas completavam-se. Kate deu o conforto e carinho que Tully nunca teve. E Tully retribuía-lhe sempre com os conselhos e a segurança que Kate precisava. A família de Kate acolheu a amiga da filha em sua casa, num período difícil da vida da jovem, e tratou-a como se pertencesse à família.

Tully e Kate eram muito diferentes. Kate era tímida e Tully, sonhadora e extrovertida, achava os sonhos da amiga “demasiado pequenos”. Com a entrada para a faculdade e, posteriormente, para o mercado de trabalho, as diferenças entre as duas intensificaram-se. Contra o destino não há nada a fazer.

Kristin Hannah dá-nos a conhecer – e muito bem – as duas personagens principais, as aventuras que as amigas viviam juntas – como se estivéssemos a vivê-las também -, as fragilidades e caraterísticas de cada uma e os momentos mais importantes das suas vidas. A autora descreveu esta amizade como eu nunca tinha visto nenhum autor a fazer e transpôs para o papel sentimentos que levam o leitor a vivê-los na pele das personagens.

Quando acabei o livro, deitei-me na cama e passei o resto da noite a pensar. “Passei os últimos dias a viver as aventuras destas adolescentes e a reviver as minhas”, pensei eu. As aparências iludem, de facto. Uma das personagens parecia ter uma vida perfeita, mas a sua vida era tudo menos fácil. Essa mesma personagem, que teve uma infância complicada e nunca teve a estabilidade e carinho dos pais que uma criança merece – e precisa – de ter, reuniu forças e tornou-se uma profissional com sucesso.

De 0 a 10, merece 10. O livro entrou diretamente para o meu “top 3” de livros favoritos.

O presente artigo de opinião é da pura responsabilidade do autor, não representando as posições do desacordo ou dos seus afiliados.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s